Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 22º

JPP aumenta de cinco para nove deputados e PSD perde votos sem coligação

O Juntos Pelo Povo (JPP) teve mais 8.025 votos nas eleições regionais da Madeira de hoje, comparativamente com 2023, aumentando de cinco para nove deputados, enquanto o PSD conseguiu 49.103 votos, e 19 mandatos, agora sem CDS-PP.

JPP aumenta de cinco para nove deputados e PSD perde votos sem coligação
Notícias ao Minuto

23:56 - 26/05/24 por Lusa

Política Eleições na Madeira

Segundo os resultados provisórios disponibilizados pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, o JPP obteve 22.958 votos (16,89%), quando em 2023 teve 14.933 votos (11,33%), passando para nove deputados, mantendo-se como terceira força política no parlamento regional, em 47 mandatos.

O PSD venceu as eleições regionais antecipadas com 49.103 votos (36,13%), elegendo 19 deputados, menos 9.291 votos do que os 58.394 (44,31%) obtidos em 2023 pela coligação PSD/CDS-PP. O CDS-Partido Popular obteve 5.384 votos (3,96%), elegendo dois deputados.

O Partido Socialista manteve-se como a maior força política da oposição no parlamento regional, com os mesmos 11 deputados, com 28.981 votos (21,32%), mais 141 votos do que os 28.840 nas anteriores eleições.

O Chega, com 12.541 votos (9,23%), mais 512 votos do que no ano passado, com 12.029 votos, manteve os quatro deputados, enquanto a Iniciativa Liberal (IL) manteve um deputado, com 3.482 votos (2,56%) -- menos do que os 3.555 (2,70%) em 2023 --, assim como o mandato do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), apesar de cair para 2.531 votos (1,86%) face aos anteriores 3.046 (2,31%).

A CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV) perdeu o deputado no parlamento regional, ao conseguir apenas 2.217 votos (1,63%), contra 3.677 (2,79%) no anterior sufrágio, assim como o Bloco de Esquerda (BE), com 1.912 votos (1,41%), muito abaixo dos 3.035 (2,30%) do ano passado.

Dos 254.522 eleitores inscritos para as eleições antecipadas à Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, houve 135.909 votantes (53,40%) e a taxa de abstenção foi de 46,60%, de acordo com os dados provisórios.

Entre os votantes, registaram-se 609 votos em branco (0,45%) e 2.182 nulos (1,61%).

Nestas eleições regionais antecipadas apresentaram-se a votos 14 candidaturas, das quais também não conseguiram eleger deputados o Partido Trabalhista Português (PTP), que teve 1.222 votos (0,90%), Livre (L), com 911 votos (0,67%), Alternativa Democrática Nacional (ADN), com 772 (0,57%), Partido da Terra (MPT), com 577 (0,42%) e Reagir Incluir Reciclar (RIR), com 527 (0,39%).

As eleições antecipadas de hoje ocorreram oito meses após as mais recentes legislativas regionais, após o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter dissolvido o parlamento madeirense, na sequência da crise política desencadeada em janeiro, quando o líder do Governo Regional (PSD/CDS-PP), Miguel Albuquerque, foi constituído arguido num processo em que são investigadas suspeitas de corrupção.

Leia Também: Albuquerque disponível para dialogar com "todos os partidos"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório