Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 22º

Auditoria aos licenciamentos da Defesa? "Prudente e ponderada", diz IL

O presidente da Iniciativa Liberal (IL), Rui Rocha, classificou hoje de "prudente e ponderada" a decisão do ministro da Defesa Nacional, Nuno Melo, de promover auditoria a todos os licenciamentos concedidos no ministério desde 2015.

Auditoria aos licenciamentos da Defesa? "Prudente e ponderada", diz IL
Notícias ao Minuto

16:15 - 25/05/24 por Lusa

Política Iniciativa Liberal

Em declarações aos jornalistas em Braga, à margem de uma ação de campanha da IL para as Europeias, Rui Rocha sublinhou que uma das investigações em curso em relação àquela matéria diz respeito a Alberto Coelho, antigo dirigente do CDS, o partido liderado por Nuno Melo.

"Parece-me uma decisão prudente e ponderada. Sabemos que há muitos problemas na área da defesa, das adjudicações, dos contratos, há até investigações que estão em curso, e uma das investigações que está em curso diz respeito a um antigo dirigente do CDS, Alberto Coelho, que tem de facto vindo a ser implicado em várias questões nessa matéria", disse Rui Rocha.

Para o líder da IL, a auditoria é "uma boa decisão", que revela também "prudência" por parte de Nuno Melo, pelo alegado envolvimento de Alberto Coelho.

"Havendo até um antigo dirigente do CDS envolvido, ele próprio [Nuno Melo] quererá precaver-se de algum envolvimento do seu próprio partido nessa matéria e, portanto, parece-me adequado esclarecer todas as questões que possam envolver a gestão da defesa nos últimos anos", acrescentou.

O ministro da Defesa Nacional, Nuno Melo, anunciou hoje uma auditoria a todos os licenciamentos de atividades de comércio e indústria de bens e tecnologias militares concedidos no ministério desde 2015, após ter detetado eventuais irregularidades neste processo.

"O ministro da Defesa Nacional irá solicitar uma auditoria, a efetuar pela Inspeção Geral da Defesa Nacional, destinada a averiguar o cumprimento da lei e a apurar todas as responsabilidades relativamente a todos os licenciamentos para as atividades de comércio e indústria de bens e tecnologias militares concedidos no Ministério da Defesa Nacional desde o ano 2015", lê-se num comunicado hoje divulgado.

Em causa estão eventuais falhas no "duplo controlo" destes licenciamentos -- a cargo da Direção-Geral de Recursos de Defesa Nacional (DGRDN) e do Gabinete Nacional de Segurança (GNS) -, detetadas numa "averiguação preliminar" efetuada pelo ministério agora tutelado por Nuno Melo.

Leia Também: Acordo na Educação? "Espero que, a este ponto, as escolas encontrem paz"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório