Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 23º

'Vice' do PSD elogia "enorme resiliência e coragem" de Miguel Albuquerque

O vice-presidente do PSD Miguel Pinto Luz salientou hoje a "enorme resiliência e coragem" do líder social-democrata madeirense, Miguel Albuquerque, considerando que aquela região é "um exemplo" do que o partido pode fazer no país.

'Vice' do PSD elogia "enorme resiliência e coragem" de Miguel Albuquerque
Notícias ao Minuto

14:07 - 21/04/24 por Lusa

Política Madeira

"Miguel, tens mostrado uma enorme resiliência, uma enorme coragem que em política é preciso ter. Afirmas as tuas convicções sem medos, sem preconceitos, contra tudo e contra todos", disse Miguel Pinto Luz na sessão de encerramento do 19.º Congresso do PSD/Madeira.

O dirigente nacional do PSD, que é também ministro da Habitação e Infraestruturas no Governo de Luís Montenegro, acrescentou que o líder madeirense está "a defender a democracia, a Madeira em primeiro lugar", atestando existir "plena confiança em toda a equipa de Miguel Albuquerque" e toda a colaboração do PSD e do Governo nacional para com a Madeira.

Miguel Pinto Luz considerou que a Madeira é uma "terra diferente, governada de forma diferente", que vive sob o "modelo da social-democracia há 50 anos" para desenvolver a sociedade.

"A Madeira é um exemplo do que nós podemos fazer no país, contaminar positivamente todo o país", "vir à Madeira é motivo de inspiração" e "é ver obra feita", argumentou.

O responsável social-democrata lembrou que o PSD tem desde há cinco décadas a confiança dos madeirenses.

Por isso, deixou o desafio a Miguel Albuquerque para que "no próximo dia 26 [maio -- dia das eleições legislativas regionais antecipadas] esta regra se cumpra mais uma vez e continuemos [PSD] a garantir a confiança do povo, porque os madeirenses precisa, Portugal precisa e a sociedade portuguesa assim o exige".

Miguel Pinto Luz opinou que "a paciência tem limites" e que é preciso contrariar os que dizem já não confiar na política, "implementando rapidamente" o programa do PSD, sendo um dos seus desígnios promover a mobilidade social que "está estagnada", mas que "a Madeira conseguiu trazer para a governação da região autónoma".

"Dialogaremos com todos com humildade", vincou, referindo que não são "ignoradas as agendas mediáticas e as mais ocultas".

Mas, assegurou: "Ninguém nos pode condicionar", lançando o desafio para que sejam "cerradas fileiras" porque todos são poucos para vencer as batalhas eleitorais que se avizinham.

"Esta região tem entregue muito, mas muito aos portugueses e nunca se sintam devedores. Portugal está devedor da Madeira, temos essa consciência do exemplo que tem sido para todo o país", realçou.

Miguel Pinto Luz concluiu a intervenção com uma mensagem de encorajamento ao líder madeirense: "Miguel, força para a batalha que se avizinha. Não desistas, sei que és um homem de coragem que não desistes. Viva a Madeira!".

A reunião magna dos sociais-democratas madeirenses que decorreu este fim de semana no Funchal, subordinado ao tema "Progresso e Autonomia", que serviu para reconfirmar a liderança de Miguel Albuquerque não contou com a presença do líder nacional, Luis Montenegro, que está em visita oficial a Cabo Verde.

O secretário-geral, Hugo Soares, cancelou a participação na sessão de encerramento, "por motivos de doença".

Ausente esteve também o ex-presidente do PSD/Madeira, Alberto João Jardim, que se deslocou aos Açores para participar numa sessão solene dos 50 anos do 25 de Abril

Leia Também: André Ventura afasta qualquer acordo com Miguel Albuquerque na Madeira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório