Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

IL alerta Governo dos Açores para planear acesso à lagoa do Fogo

A IL/Açores alertou hoje para a importância de planear com antecedência o acesso à lagoa do Fogo, na ilha de São Miguel, questionando o Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM) sobre a operação do 'shuttle' para a época alta.

IL alerta Governo dos Açores para planear acesso à lagoa do Fogo
Notícias ao Minuto

12:38 - 18/04/24 por Lusa

Política Açores

necessário planear a operação em todas as suas vertentes e comunicar, com a devida antecedência, as condições de operacionalidade aos diversos agentes do setor e demais população", afirmou o deputado regional liberal Nuno Barata, citado na nota de imprensa.

Em 15 de junho de 2023, foi implementado um transporte de 'shuttle' no acesso à lagoa, tendo a circulação automóvel ficado limitada às viaturas dos residentes e vedada a automóveis de 'rent-a-car'.

A iniciativa foi adotada após ter sido aprovada em janeiro de 2023 uma proposta da IL na Assembleia Regional. 

Durante o primeiro verão de funcionamento, mais de 50 mil pessoas utilizaram o 'shuttle' para visitar a lagoa do Fogo, revelou o governo açoriano em outubro passado.

Hoje, a IL alerta que no primeiro ano de funcionamento aquele serviço apresentou "deficiências e ineficiências diversas, nomeadamente falhas ao nível da fiscalização, comunicação e planeamento".

Os liberais querem ainda saber se o executivo açoriano "pensa cumprir na íntegra" a proposta aprovada no parlamento regional, que previa a existência de "seis pontos de paragem turística no percurso linear" do 'shuttle'.

"Está o Governo Regional a pensar cumprir com o que concerne à articulação do serviço de 'shuttle' com os apeadeiros e horários dos transportes coletivos públicos de passageiros, nos concelhos da Lagoa e da Ribeira Grande?", questionam.

O serviço de 'shuttle' foi gratuito para os residentes e apresentou um custo de cinco euros para não residentes.

O serviço de transporte, prestado pela empresa Atlanticoenergy, saía da Caldeira Velha, no concelho da Ribeira Grande, e terminava na Casa da Água, na Lagoa, fazendo depois o percurso inverso.

O transporte funcionou em regime 'hop on-hop off' e cobria cerca de 14 quilómetros, passando por seis pontos de atração turísticas, das 09:00 às 19:00, todos os dias da semana, incluindo feriados nacionais, regionais ou municipais, até 30 de setembro.

Leia Também: Governo açoriano propõe criar carreira dos trabalhadores de matadouros

Recomendados para si

;
Campo obrigatório