Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
25º
MIN 15º MÁX 26º

PPM/Açores garante que Governo Regional está "empenhado em dialogar"

O PPM/Açores garantiu hoje que o Governo Regional (PSD/CDS/PPM) está "empenhado em dialogar" e aberto a receber contributos de outros partidos nas propostas de Plano e Orçamento da Região para 2024.

PPM/Açores garante que Governo Regional está "empenhado em dialogar"
Notícias ao Minuto

14:53 - 04/04/24 por Lusa

Política PPM/Açores

"Para o PPM e para o Governo Regional é o momento de unir forças. Este governo está empenhado em dialogar, em receber contributos de todos os partidos, para que juntos possamos contribuir para construir um futuro próspero para os Açores", afirmou a dirigente do PPM Sara Luís, em declarações aos jornalistas, em Ponta Delgada.

O presidente do Governo Regional, José Manuel Bolieiro, iniciou hoje uma ronda de audições aos partidos com assento parlamentar e parceiros sociais no âmbito do processo de auscultação sobre as antepropostas de Plano e Orçamento Regional para 2024, que foi chumbado em 23 de novembro de 2023, com os votos contra de IL, PS e BE e as abstenções do Chega e do PAN, motivando a queda do executivo regional e a convocação de eleições antecipadas.

Segundo Sara Luís, as novas propostas do Plano e Orçamento pretendem "consolidar um virar de página de mais de duas décadas de governação [do PS], rumo a um novo paradigma, onde o diálogo e a concertação são pedras angulares".

"A consolidação das nossas ideias, da nossa postura e, sobretudo, a consolidação da grande mudança que os açorianos escolheram por duas vezes é o mote para o Plano e Orçamento para 2024 que estamos agora a preparar", vincou.

A dirigente monárquica destacou entre as prioridades do partido a sustentabilidade ambiental, defendendo "uma economia mais verde e inclusiva", a "promoção de iniciativas de sensibilização ambiental e o reforço da dotação orçamental nesta área".

O PPM apelou também a uma maior dotação financeira para o combate às dependências, que permita "reforçar os meios e recursos humanos necessários".

"É um desafio que consideramos que requer uma ação imediata. Reconhecemos a urgência de estabelecer uma estratégia abrangente de prevenção, recuperação e integração, que devolva a dignidade a quem enfrenta este flagelo, envolvendo entidades e toda a comunidade", salientou.

Sara Luís elencou ainda, entre as medidas defendidas pelo PPM neste orçamento, a valorização dos funcionários públicos, o aumento dos apoios sociais, o reforço da contratação de profissionais no Serviço Regional de Saúde, a manutenção dos impostos nos níveis mínimos e a atribuição de incentivos para a formação e integração dos jovens no mercado de trabalho.

A coligação PSD/CDS/PPM, que governa a região desde 2020, venceu as eleições legislativas regionais em fevereiro, sem maioria absoluta, e o novo executivo, o segundo liderado por José Manuel Bolieiro, tomou posse em 04 de março.

O Programa do Governo foi aprovado na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, no dia 15 de março, com votos favoráveis dos partidos que integram o executivo, as abstenções de Chega, PAN e IL, e os votos contra de PS e BE.

Leia Também: XIV Governo dos Açores tem nove secretarias e inclui líderes de CDS e PPM

Recomendados para si

;
Campo obrigatório