Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

Ex-secretário de Estado é escolha para liderar Ministério da Educação

O economista e ex-secretário de Estado Adjunto da Administração Interna Fernando Alexandre foi a escolha de Luís Montenegro para ministro da Educação, Ciência e Inovação.

Ex-secretário de Estado é escolha para liderar Ministério da Educação
Notícias ao Minuto

19:29 - 28/03/24 por Lusa

Política Ministério da Educação

O titular da pasta da Educação no XXIV Governo Constitucional integrou o primeiro executivo liderado por Pedro Passos Coelho, entre 2013 e 2015, tendo-se demitido por alegadas incompatibilidades com a então ministra Anabela Rodrigues.

Nascido em 1972, Fernando Alexandre é doutorado em Economia pela Universidade de Londres, Birkbeck College, e leciona na Universidade do Minho, onde exerceu funções de pró-reitor, presidente da Escola de Economia e Gestão e diretor do departamento de Economia.

Atualmente, é vice-presidente do Conselho Económico e Social.

Homem da economia, Fernando Alexandre tem como principais áreas de investigação a macroeconomia, economia monetária e financeira, economia portuguesa, segurança social e estudos de impacto económico e social, segundo o perfil de docente na página da Universidade do Minho.

Em 2022, recebeu o Prémio de Mérito Científico da Universidade do Minho.

Na comunicação social, foi membro do painel de comentadores da RTP e colunista dos jornais Eco e Observador.

Num desses espaços de comentário, Fernando Alexandre escreveu, em junho, a propósito dos 'rankings' das escolas, que "a queda das escolas públicas e a afirmação das escolas privadas nas posições cimeiras" reflete a "falência das políticas para a escola pública".

"Para além das razões de base ideológica, há uma razão óbvia para o ministro da Educação não gostar dos 'rankings' das escolas. Sem os 'rankings' das escolas o ministro da Educação poderia dormir melhor, porque não seria confrontado com os seus quase oito anos de políticas inconsequentes e desastrosas para a escola pública", escreveu na crónica publicada no Observador.

Fernando Alexandre vai suceder a João Costa, ministro da Educação desde 2022 e secretário de Estado nos dois anteriores executivos socialistas de António Costa, e a Elvira Fortunato, ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, aceitou hoje a lista de ministros do XXIV Governo Constitucional entregue pelo primeiro-ministro indigitado, Luís Montenegro.

Segundo a proposta apresenta por Luís Montenegro, o novo ministério, que será liderado pelo economista e ex-secretário de Estado Adjunto da Administração Interna, substitui os ministérios da Educação e do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O primeiro-ministro indigitado, Luís Montenegro, e os ministros do XXIV Governo Constitucional tomam posse na terça-feira e os secretários de Estado dois dias depois, estando o debate do programa de Governo marcado para 11 e 12 de abril.

Leia Também: É oficial. Estes são os 17 ministros que compõem o Governo de Montenegro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório