Meteorologia

  • 21 MAIO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Erros ortográficos de deputada geram polémica no Facebook

A deputada socialista Catarina Marcelino escreveu, no domingo à noite, uma publicação na sua página do Facebook que está a gerar polémica nas redes sociais. O objeto de crítica por parte dos internautas não é, contudo, o conteúdo do texto, mas sim a forma como está escrito. Isto porque a deputada ‘rosa’ escreveu três erros ortográficos na mesma frase.

Erros ortográficos de deputada geram polémica no Facebook
Notícias ao Minuto

17:02 - 21/07/14 por Notícias Ao Minuto 

Política ajuda

Catarina Marcelino está a ser alvo da indignação dos seus seguidores no Facebook. Em causa, uma publicação que a deputada socialista escreveu no domingo à noite que continha três erros ortográficos.

“Hoje havia um comentário num post da minha página que ultrapassava todos os limites. Como sabem eu não tenho por hábito fazer sensura, mas não tulero insultos, difamações e desrespeito, pelo que apagarei comentários infames e com grande probabilidade bloquiarei no meu Facebook o autor/a”, escreveu a deputada.

Observando com atenção é possível perceber que Catarina Marcelino escreveu “tulero” ao invés de “tolero”, “sensura” ao invés de “censura” e “bloquiarei” ao invés de “bloquearei”.

Minutos depois de o texto ter sido publicado surgiram as primeiras correções. Alguns internautas são condescendentes, mas outros há que não perdoam que uma deputada apresente estas ‘falhas’.

Por seu lado, Catarina Marcelino agradeceu as correções, reeditou o texto e explicou que se trata de um problema de dislexia.

“Agradeço as correções. Já reeditei. Sou disléxica e quando estou muito cansada acontece. Hoje aconteceu”, escreveu.

A dislexia é uma perturbação da aprendizagem, que dificulta a leitura e a compreensão da escrita. O problema mais frequente é, precisamente, a troca de letras com sons idênticos (tal como acontece no texto da deputada).

Apesar da justificação dada pela socialista, alguns seguidores não ‘perdoaram’o ocorrido.

“Perdoe-me desde já cara Catarina, mas penso não ser adequado ler de alguém que ocupa um lugar de prestigio na sociedade portuguesa que por vezes poderá ser um exemplo para todos, dos mais jovens em idade escolar até aos mais idosos, ler no seu post uma frase com dois erros graves de ortografia, como sendo as palavras TULERO e BLOQUIAREI. Não me leve a mal tal comentário, mas sendo a pessoa e da importância que tem, não será TOLERAVEL como tal espero que não me vá BLOQUEAR. Atenciosamente”, escreveu um seguidor da deputada.

Outro ‘amigo’ da deputada mostrou-se mais condescendente e criticou até os comentários depreciativos.

“Catarina Marcelino

acontece-me muitas vezes a mesma coisa - não tantas agora por causa dos corretores automáticos. Siga em frente de cabeça erguida, e não ligue aos comentários e partilhas depreciativos”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório