Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 21º

Jardim "é livre de apoiar quem quiser" nas internas do PSD/Madeira

O presidente do PSD/Madeira e recandidato ao cargo, Miguel Albuquerque, disse hoje que Alberto João Jardim é livre de apoiar quem quiser e recusou que seu apoio ao outro candidato fragilize a sua candidatura.

Jardim "é livre de apoiar quem quiser" nas internas do PSD/Madeira
Notícias ao Minuto

14:04 - 05/03/24 por Lusa

Política PSD Madeira

Na sexta-feira, o ex-líder do PSD/Madeira e do Governo Regional Alberto João Jardim declarou o apoio à candidatura de Manuel António Correia, que concorre contra Miguel Albuquerque à liderança regional do partido.

Hoje, questionado se esse apoio fragiliza a sua candidatura, o presidente demissionário do executivo madeirense respondeu: "Não sei se será o contrário. Mas acho que o dr. Alberto João Jardim como militante do partido é livre de apoiar quem quiser".

Miguel Albuquerque falava aos jornalistas à margem da cerimónia de 31.º aniversário do Comando Operacional da Madeira, no Funchal, na qual participaram também o presidente da Assembleia Legislativa Regional, José Manuel Rodrigues, e o representante da República para a região, Ireneu Barreto.

O presidente do PSD/Madeira sublinhou que o partido é "livre, democrático", que "ninguém é condicionado por ninguém" e pode "votar em quem entender".

"Os militantes são livres e também já tive ocasião de dizer: nem as organizações nem as estruturas do partido são suscetíveis de votar em bloco. Quer a JSD, quer os TSD, são compostos por militantes, que são pessoas livres de pensar e avaliar e fazer um juízo sobre as candidaturas em presença e vão votar em quem quiserem", reforçou.

Os social-democratas madeirenses agendaram as eleições internas para 21 de março, na sequência da crise política provocada pelo processo que investiga suspeitas de corrupção na Madeira.

Miguel Albuquerque foi constituído arguido e demitiu-se do cargo de presidente do Governo Regional, sendo que sua exoneração levou à queda do executivo, de coligação PSD/CDS-PP, com o apoio parlamentar do PAN, e que está agora em gestão.

Entretanto, em 19 de fevereiro, após os detidos no processo de suspeitas de corrupção terem sido libertados, Albuquerque manifestou a intenção de se recandidatar à liderança do PSD/Madeira, considerando ter "condições políticas", e na quarta-feira entregou a lista.

Manuel António Correia, que foi secretário do Ambiente e Recursos Naturais nos governos regionais liderados por Jardim, formalizou na quinta-feira a candidatura às eleições diretas internas.

Em 2014, Miguel Albuquerque venceu as eleições internas do PSD/Madeira na segunda volta, após uma primeira volta com seis candidatos, tendo disputado a liderança com Manuel António Correia.

Desde então, Miguel Albuquerque foi sempre o único candidato à liderança do PSD na Madeira.

Leia Também: Jardim apoia candidatura de Manuel António Correia ao PSD/Madeira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório