Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 24º

Fazenda apela a eleitores com "independência e firmeza" do BE em acordos

O fundador do BE Luís Fazenda disse hoje aos eleitores de esquerda que os bloquistas têm "independência e firmeza" para as negociações numa maioria pós eleições, defendendo que o partido soube "dizer sim e não" a António Costa.

Fazenda apela a eleitores com "independência e firmeza" do BE em acordos
Notícias ao Minuto

23:47 - 04/03/24 por Lusa

Política BE

Num jantar comício em Setúbal, no qual esteve na mesa principal a viúva de Zeca Afonso, Zélia Afonso, o fundador bloquista subiu ao púlpito com uma mensagem ao eleitorado: "o futuro faz-se à esquerda e contra todas as ondas populistas será a esquerda que vencerá".

"Deixo um recado aos eleitores de esquerda, a todos aqueles que nos ouvem propor justamente que temos uma proposta de maioria politica para respostas sociais. Temos essa proposta para que ela venha a ser uma realidade depois das eleições de 10 de março e temos de dar essa garantia aos eleitores de esquerda", considerou.

De acordo com Luís Fazenda, além da "flexibilidade e capacidade" para fazer esta proposta, os bloquistas têm "a independência política e a firmeza necessária para essas conversações e para essas negociações".

"Fomos nós, Bloco de Esquerda, que soubemos dizer sim a António Costa e soubemos dizer não a António Costa. Soubemos dizer sim e soubemos dizer não", afirmou, referindo-se quer ao período da geringonça quer ao período depois das eleições de 2019.

O fundador do partido apontou que os bloquistas foram "incompreendidos" quer quando disseram sim quer quando disseram não ao PS e por isso pagaram "duras penas, duríssimas penas por esses atos e por essas decisões".

"Mas somos nós, inteiros, que estaremos com toda a firmeza nessas negociações, em todo o tipo de compromissos que venham a ser necessários para atacar os problemas essenciais da habitação, da saúde, da educação, da precariedade, de uma outra voz na Europa", comprometeu-se.

Leia Também: De "desvirtuar resultados" a "piada de mau gosto". Chega lança polémica

Recomendados para si

;
Campo obrigatório