Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 24º

Mortágua condena "ataque à liberdade" de que foi alvo Montenegro

A coordenadora do BE condenou o "ataque à liberdade na campanha" eleitoral e à democracia que representou o facto do líder do PSD ter sido hoje atingido com tinta, considerando que os autores são "os piores defensores" da causa climática.

Mortágua condena "ataque à liberdade" de que foi alvo Montenegro
Notícias ao Minuto

12:51 - 28/02/24 por Lusa

Política Eleições

O presidente do PSD, Luís Montenegro, foi hoje atingido com tinta verde por um jovem à entrada da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), onde se deslocou em campanha eleitoral.

"O ataque de hoje ao PSD é um ataque à liberdade na campanha eleitoral e portanto à democracia", condenou Mariana Mortágua através de uma mensagem nas redes sociais.

Na opinião da líder bloquista, "se os autores desta ação alegam uma causa justa, então são os piores defensores dessa causa".

O jovem que atingiu Luís Montenegro foi imediatamente afastado por um agente da PSP e o líder da AD reagiu com humor, dizendo: "Estou preparado para tudo".

Já o presidente do CDS-PP, Nuno Melo, parceiro de coligação do PSD nas listas da AD, que acompanhava Luís Montenegro na visita, considerou tratar-se de um "ato cobarde e infantil".

Leia Também: Eleições. Luís Montenegro lidera exposição nos noticiários das televisões

Recomendados para si

;
Campo obrigatório