Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 19º

Porfírio Silva diretor do Ação Socialista e Pedro Nuno com oito adjuntos

O vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS Porfírio Silva vai ser diretor do Ação Socialista, órgão oficial deste partido, e o secretário-geral, Pedro Nuno Santos, vai ter oito adjuntos na sua direção.

Porfírio Silva diretor do Ação Socialista e Pedro Nuno com oito adjuntos
Notícias ao Minuto

13:41 - 13/01/24 por Lusa

Política PS

Estas são algumas das propostas que estão hoje em votação na primeira reunião da Comissão Nacional do PS pós-congresso, que se realiza em Coimbra.

Entre os adjuntos propostos por Pedro Nuno Santos para o Secretariado Nacional estão os deputados Maria Begonha, Joana Sá Pereira, Pedro Coimbra, André Pinotes Batista, Cristina Sousa, o administrador Bruno Veloso, Hélio Fazendeiro e o antigo dirigente da JS Pedro Vaz, que foi o operacional do atual líder na campanha para as recentes eleições para o cargo de secretário-geral do PS.

Tal como a agência Lusa avançou, o líder socialista PS, Pedro Nuno Santos, vai colocar na sua direção a ministra Mariana Vieira da Silva e o secretário de Estado António Mendonça Mendes, que fazem parte do núcleo político do primeiro-ministro, António Costa.

A lista para o Secretariado Nacional do PS, órgão de direção deste partido - e cuja proposta é da responsabilidade de Pedro Nuno Santos -, vai ser votada hoje, tal como a lista para a Comissão Política, durante a primeira reunião da Comissão Nacional pós congresso, que se realiza em Coimbra.

De acordo com a lista a que a agência Lusa teve acesso, Mariana Vieira da Silva, ministra da Presidência, e Francisco André, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação -- dois elementos próximos de António Costa -, mantêm-se no Secretariado Nacional do PS.

O secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro e líder da Federação de Setúbal do PS, António Mendonça Mendes, é uma das novidades da equipa de Pedro Nuno Santos neste órgão de direção dos socialistas.

Dos elementos mais próximos do atual líder do PS, tal como se esperava, estão no Secretariado Nacional Alexandra Leitão, Duarte Cordeiro, Francisco César, João Torres, a ministra Marina Gonçalves, Nuno Araújo e Pedro Delgado Alves.

O ex-secretário de Estado Marcos Perestrello regressa agora à direção dos socialistas, e continuam no Secretariado Nacional a deputada e constitucionalista Isabel Moreira e a autarca Isilda Gomes.

Estão ainda na equipa da direção de Pedro Nuno Santos a presidente da Câmara da Amadora, Carla Tavares e o ex-secretário de Estado João Paulo Rebelo.

Têm inerência neste órgão, entre outros, o líder parlamentar, Eurico Brilhante Dias, o secretário-geral da JS, Miguel Costa Matos, e a presidente do Departamento das Mulheres Socialistas, Elza Pais.

Deixam a direção do PS, entre outros, Pedro do Carmo, que desempenhou as funções de secretário nacional para a Organização, a ex-secretária de Estado Jamila Madeira, que tinha o pelouro das relações internacionais, e o ministro Fernando Medina.

Na nova equipa de Pedro Nuno Santos, também não estão as ministras Ana Catarina Mendes e Ana Mendes Godinho, e o eurodeputado Pedro Marques.

Leia Também: Pedro Nuno quer receber para a semana plataforma das forças de segurança

Recomendados para si

;
Campo obrigatório