Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 16º

"A minha candidatura é a única que impede a Direita de ganhar eleições"

O candidato à liderança do PS José Luís Carneiro afirmou hoje, em Barcelos, distrito de Braga, que a sua candidatura "é a única que impede a Direita de ganhar as eleições" legislativas de 10 de março.

"A minha candidatura é a única que impede a Direita de ganhar eleições"
Notícias ao Minuto

16:41 - 09/12/23 por Lusa

Política José Luís Carneiro

Discursando num almoço-comício com apoiantes da sua candidatura, Carneiro prometeu um PS que tanto dialoga com a esquerda como com o centro-direita democrático.

"Este é o partido que Mário Soares fundou, juntamente com tantos e tantos camaradas, e fundou para nós sermos o partido que tanto dialoga com a esquerda para aperfeiçoar os direitos sociais, como dialoga com o centro-direita democrático para aperfeiçoar as funções estratégicas do Estado", referiu.

Para José Luís Carneiro, o PS tem de ser "um partido capaz de criar consensos, um partido que contribui para a cooperação entre as forças políticas e sociais".

Garantindo sentir um apoio cada vez maior por todo o país, Carneiro afirmou: "a minha candidatura é a única que impede a Direita de ganhar as eleições".

Como "grandes prioridades", apontou a valorização dos rendimentos, a habitação e a saúde.

Deixou ainda o compromisso de que os militantes terão "uma palavra mais forte a dizer" na escolha dos candidatos a deputados.

"Vou assumir hoje, com os meus camaradas, uma nova proposta, a proposta de que, na futura escolha de candidatos a deputados, os militantes vão ter uma palavra mais forte a dizer para escolherem os seus candidatos a deputados à Assembleia da República", disse aos jornalistas.

O secretário-geral pode escolher 30 por cento dos candidatos e as federações distritais 20 por cento.

Nos restantes 50 por cento, José Luís Carneiro quer que os militantes tenham "uma palavra a dizer".

Às eleições para a liderança do PS, que vão decorrer nos dias 15 e 16, concorrem também Pedro Nuno Santos e Daniel Adrião.

"Não há vencedores antecipados", disse ainda Carneiro, lembrando que cada militante representa um voto.

Leia Também: Carneiro sublinha aposta da sua candidatura no combate à corrupção

Recomendados para si

;
Campo obrigatório