Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

PCP denuncia atrasos na divulgação dos horários da UNIR em 12 concelhos

O PCP/Porto denunciou hoje que em 12 dos 16 concelhos abrangidos pela UNIR, a nova rede de autocarros da Área Metropolitana do Porto (AMP), continuam por ser disponibilizados aos utentes a maioria dos horários.

PCP denuncia atrasos na divulgação dos horários da UNIR em 12 concelhos
Notícias ao Minuto

18:45 - 29/11/23 por Lusa

Política Porto

"A poucas horas da entrada em funcionamento, [prevista para dia 01 de dezembro] apesar de muita propaganda e diversas entrevistas de responsáveis políticos metropolitanos, continuam por disponibilizar aos utentes a maioria dos horários (em 12 dos 16 concelhos) e os poucos que já são públicos não estão suficientemente divulgados", lê-se no comunicado.

Segundo a Direção da Organização Regional do Porto (DORP) comunista, "acresce ainda um outro problema que decorre de atrasos na efetivação do sistema de controlo do serviço prestado pelos operadores, deixando os municípios e a Área Metropolitana do Porto sem reais condições de fiscalizar se os horários e carreiras estão a ser cumpridos".

"Estamos perante um processo que tem um problema de raiz, decorrente da opção errada de reduzir a STCP [Sociedade de Transportes Coletivos do Porto] ao concelho do Porto e entregar a privados a operação nos restantes concelhos. A forma técnica e politicamente incapaz e incompetente como as câmaras e a Área Metropolitana do Porto estão a conduzir o processo agrava tudo e acrescenta instabilidade à vida das pessoas", prossegue a nota de imprensa.

Neste contexto, a DORP do PCP reclama "medidas urgentes para divulgação da informação em falta e exige que, perante a confusão a que a AMP conduziu, durante o mês de dezembro coexistam o serviço atual e o novo serviço, permitindo um período de adaptação dos utentes à nova rede".

A nova rede UNIR e respetiva imagem irá substituir, em 01 de dezembro, os serviços efetuados pelos cerca de 30 operadores privados rodoviários na AMP, como por exemplo a Caima, AV Feirense, Transdev, UT Carvalhos, ET Gondomarense, Pacense, Arriva, Maré, Landim, Valpi, Litoral Norte, Souto, MGC, Seluve, Espírito Santo, entre outros.

Toda a rede utilizará o sistema de bilhética Andante e acaba com um modelo de concessão linha a linha herdado de 1948, já que o concurso público foi dividido em cinco lotes, ainda que todos operem sob a mesma marca UNIR.

Leia Também: Maioria absoluta foi "garantia de instabilidade na vida do povo"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório