Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 29º

Criminalizar maus-tratos a animais? "Objetivo é muito importante"

Cerca de três centenas de pessoas concentraram-se hoje em frente à arena do Campo Pequeno, em Lisboa, em defesa dos direitos dos animais.

Criminalizar maus-tratos a animais? "Objetivo é muito importante"
Notícias ao Minuto

19:41 - 15/04/23 por Notícias ao Minuto

Política Catarina Martins

Na sequência da marcha pelos direitos dos animais, que se realiza este sábado em Lisboa, a ainda coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, considerou que "há um longo caminho" a percorrer para respeitar o bem estar animal em Portugal.

"Há uma sociedade que deseja esse avanço civilizacional e nós temos agora um debate no Parlamento de revisão constitucional, na próxima semana vamos estar a fazer um primeiro debate sobre os artigos que podem permitir precisamente constitucionalizar o bem estar animal enquanto objetivo do nosso país. Esse objetivo é muito importante", começou por dizer Catarina Martins, em declarações aos jornalistas, enquanto participava na concentração em frente ao Campo Pequeno.

A bloquista considera que "a lei de criminalização dos maus-tratos a animais de companhia tem tido pouca capacidade de aplicação", uma vez que o Tribunal Constitucional acredita que é necessário "dar um passo na Constituição para que a lei possa ter efeito".

Contudo, a líder do BE ressalva que há outros desafios nesta questão, destacando as touradas e o transporte de animais vivos.

"Sabemos que há crianças a assistir tourada em Portugal depois da Organização das Nações Unidas (ONU) ter pedido expressamente para isso ser proibido. O Governo prometeu na altura avançar mas depois esqueceu a sua promessa", afirmou.

Catarina Martins assume ainda que o transporte de animais vivos "é um dos maiores negócios do país" neste momento.

"Faz com que os animais sejam embarcados sem nenhumas condições e morram do calor, espezinhados, etc… Temos meio milhão de animais a ser transportados nessas circunstâncias no nosso país, porque há outros países que se estão a recusar a fazer isso e o nosso país não se recusa", concluiu.

De recordar que cerca de três centenas de pessoas concentraram-se hoje em frente à arena do Campo Pequeno, em Lisboa, em defesa dos direitos dos animais, exigindo a sua inclusão na Constituição da República.

Organizada pela associação Animal, a marcha pelos direitos dos animais, que se realiza anualmente em Lisboa, começou pelas 16:00, rumo à Assembleia da República, após uma hora de concentração no Campo Pequeno.

"Tourada é tortura, não é arte, nem cultura", gritaram os manifestantes no início do percurso pelas ruas de Lisboa, com uma faixa da Animal a encabeçar o grupo, com a inscrição "Em defesa dos direitos de todos os animais desde 1994".

Entre os cerca de 300 participantes, vários foram os cartazes erguidos, com mensagens como "Chega de impunidade, justiça já!", "Maltratar um animal é um crime moral" e "Vivam os touros! Morra a tradição!".

Leia Também: Cerca de 300 pessoas manifestam-se em Lisboa pela proteção dos animais

Recomendados para si

;
Campo obrigatório