Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 20º

Portugal "tem condições para baixar os impostos", garante líder do PSD

Líder dos sociais-democratas exortou, em Paris, o "Governo português a adotar uma política fiscal que seja não só previsível, mas também mais amiga das pessoas, das famílias e das empresas".

Portugal "tem condições para baixar os impostos", garante líder do PSD
Notícias ao Minuto

12:10 - 27/03/23 por Ema Gil Pires

Política PSD

O presidente do PSD, Luís Montenegro, considerou esta segunda-feira que Portugal é um país que "tem condições para baixar os impostos". Isto porque, em 2022, o Governo cobrou "mais nove mil milhões de euros em impostos do que no ano anterior, e mais 5,5 mil milhões de euros do que o Governo estimava no Orçamento do Estado", apontou.

As declarações foram proferidas por Luís Montenegro em Paris, França, onde se encontra no âmbito da iniciativa 'Sentir Portugal nas Comunidades Portuguesas na Europa'.

Face ao cenário que descreveu, o social-democrata exortou o "Governo português a adotar uma política fiscal que seja não só previsível, mas também mais amiga das pessoas, das famílias e das empresas".

Considerando que "há condições" para efetivar uma "redução nos impostos sobre o rendimento do trabalho, o IRS", Luís Montenegro argumentou que também é possível "estimular mais o crescimento da economia", para que as empresas "possam pagar melhores salários e reter a mão-de-obra".

As considerações foram feitas pelo líder do PSD numa altura em que se sabe já que, entre abril e outubro, vai vigorar um cabaz de bens alimentares essenciais com IVA a 0% - faltando, no entanto, o Governo anunciar quais os produtos que vão fazer parte deste pacote.

O PSD tem vindo, além disso, a ser altamente crítico do pacote apresentado pelo Executivo socialista para fazer face à crise habitacional em Portugal, questionando, inclusive, as condições reais de governabilidade da ministra da Habitação, Marina Gonçalves.

[Notícia atualizada às 12h25]

Leia Também: PSD. "Governo vive demasiado de PowerPoints e muito pouco de realidade”

Leia Também: Habitação? Luís Montenegro aponta "flagrante recuo" de António Costa

Recomendados para si

;
Campo obrigatório