Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 21º

"Quem cuida [informalmente] presta um serviço não reconhecido"

A bloquista Marisa Matias defendeu, esta terça-feira, a valorização dos cuidadores informais no país.

"Quem cuida [informalmente] presta um serviço não reconhecido"

Marisa Matias, eurodeputada pelo Bloco de Esquerda, manifestou-se, esta terça-feira, em apoio aos cuidadores informais em Portugal, que, diz, prestam "um serviço não reconhecido".

"A realidade de quem cuida supera todas as declarações. Não podemos continuar a enfiar a cabeça na areia. Quem cuida presta um serviço não reconhecido, não remunerado e no limite das suas capacidades", disse a bloquista, numa publicação no Twitter, partilhando uma notícia sobre o inquérito da Merck, feito com o apoio do Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais, que revela que 80% dos cuidados informais ouvidos já se sentiram em estado de 'burnout'.

"Esta tem de ser uma responsabilidade de todos nós", finalizou a eurodeputada, antiga candidata à Presidência da República.

Leia Também: Maioria dos cuidadores informais precisa de apoio psicológico urgente

Recomendados para si

;
Campo obrigatório