Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 27º

Joacine Katar Moreira critica Igreja. Está "desfasada da realidade"

A antiga deputada não inscrita Joacine Katar Moreira questionou, no âmbito da polémica sobre os gastos da Jornada Mundial da Juventude: "A quem serve esta Igreja, se nem aos seus fiéis?"

Joacine Katar Moreira critica Igreja. Está "desfasada da realidade"
Notícias ao Minuto

16:19 - 26/01/23 por Notícias ao Minuto com Lusa

Política JMJLisboa2023

Joacine Katar Moreira, antiga deputada não inscrita da Assembleia da República, criticou, esta quinta-feira, a Igreja Católica no Twitter, no âmbito da polémica em torno do palco-altar da Jornada Mundial da Juventude de 2023, que custará mais de cinco milhões de euros.

"A Igreja Católica mostra novamente o quanto se encontra desfasada da realidade andando em palcos de milhões e dizendo que a homossexualidade é pecado. A quem serve esta Igreja, se nem aos seus fiéis? Quantos vivem tremendas dificuldades? Quantos são impedidos de amar livremente?", questionou Katar Moreira no Twitter.

O investimento total para receber o Papa Francisco em Lisboa deverá superar os 35 milhões de euros, segundo as previsões anunciadas pela Câmara Municipal de Lisboa. O presidente, Carlos Moedas, defendeu, esta quinta-feira, que o investimento terá um “retorno enorme”.

A Jornada Mundial da Juventude, considerada o maior acontecimento da Igreja Católica, vai realizar-se este ano em Lisboa, entre 1 e 6 de agosto, sendo esperadas cerca de 1,5 milhões de pessoas.

As principais cerimónias da jornada decorrem no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo, em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.

As jornadas nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

Leia Também: Palcos da JMJ? Marcelo pediu à Igreja e à Câmara para repensarem

Recomendados para si

;
Campo obrigatório