Meteorologia

  • 31 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

"É o contrário do que precisamos". Rio critica Governo por aumentar ISP

Ex-líder do PSD considerou que "tudo aconselhava a que o Governo não aumentasse o ISP".

"É o contrário do que precisamos". Rio critica Governo por aumentar ISP

O antigo dirigente do PSD Rui Rio criticou este domingo o Governo por ter optado por aumentar a carga fiscal sobre os combustíveis, com efeitos imediatos já a partir de segunda-feira.

Numa publicação na rede social Twitter, o ex-líder social-democrata citou o atual contexto de "melhoria das contas públicas" do país, caracterizado pela "necessidade de combate à inflação" e já "depois das pessoas e das empresas terem sido martirizadas com os brutais preços da energia".

Perante este cenário, defendeu Rui Rio, "tudo aconselhava a que o Governo não aumentasse o ISP [Imposto sobre Produtos Petrolíferos]". Porém, concluiu, o "que vão fazer é o contrário do que precisamos".

De recordar que, na sexta-feira, o Ministério das Finanças anunciou que, já a partir de segunda-feira, o desconto que está a ser aplicado ao imposto vai baixar 3,9 cêntimos por litro no caso do gasóleo e 2,4 cêntimos por litro na gasolina.

Com esta decisão do Executivo socialista, vai ser anulada a redução dos preços dos combustíveis antecipada pelo setor para a próxima semana. Tal como adiantou uma fonte do mercado ao Notícias ao Minuto, estava prevista uma descida de três cêntimos por litro no caso do gasóleo e de um cêntimo por litro no caso da gasolina.

Contas feitas, os consumidores poderão até sentir um aumento de cerca de um cêntimo por litro no que diz respeito ao gasóleo e de quase um cêntimo e meio por litro na gasolina.

Leia Também: BE considera subida do ISP "incompreensível" e "imperdoável"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório