Meteorologia

  • 01 FEVEREIRO 2023
Tempo
12º
MIN 5º MÁX 14º

Desabafo de Ronaldo? "No tempo da PIDE não era preciso ter tanto cuidado"

O antigo líder do PSD criticou aqueles que apontaram o dedo ao 'craque' pelo seu descontentamento com a substituição no jogo entre Portugal e Coreia do Sul do Campeonato do Mundo de futebol do Qatar.

Desabafo de Ronaldo? "No tempo da PIDE não era preciso ter tanto cuidado"

Rui Rio, antigo presidente do PSD, ironizou com os críticos que apontaram o dedo a Cristiano Ronaldo na noite de sexta-feira, após o capitão da seleção nacional de futebol ter sido apanhado pelas câmaras televisivas a expressar forte frustração por ter sido substituído ao minuto 65 da partida entre Portugal e a Coreia do Sul.

"No tempo da PIDE não era preciso ter tanto cuidado. Hoje é muito mais perigoso ter um simples desabafo. Há sempre um 'big brother' onde menos se espera", atacou Rio no Twitter, não se deixando ficar por aí.

Horas mais tarde, voltaria ao ataque. Citando uma notícia da SIC Notícias sobre o acontecimento, considerou-a uma "não-notícia", porque "não informa nada de útil, procura prejudicar o Cristiano [Ronaldo], induz em engano, mas cumpre o objetivo de intrigar e tentar desestabilizar; ou seja, faz exatamente o contrário daquilo que a esmagadora maioria dos portugueses quer".

Durante o jogo entre Portugal e a Coreia do Sul a contar para a fase de grupos do Mundial'2022 do Qatar, em que a seleção das quinas acabou por perder por 2-1, Cristiano Ronaldo foi substituído aos 65 minutos de jogo, e foi apanhado pela transmissão televisiva em clara frustração.

Especulou-se sobre se o 'craque' teria alegadamente dirigido fortes palavras ao selecionador nacional, mas tanto Fernando Santos como o próprio desmentiram qualquer insulto. "Ronaldo entendeu a substituição? Entendeu, porque não havia de entender? Entendeu seguramente. [O jogador coreano] estava a dizer ao Ronaldo para sair, para se ir embora, para se ir embora... Ele respondeu 'estás com muita pressa que eu saia'", explicou Fernando Santos em conferência de imprensa.

Já CR7 corroborou a teoria, afirmando que as suas palavras foram dirigidas a um jogador da Coreia do Sul.

Leia Também: Cristiano Ronaldo explica reação ao ser substituído: "Mandei-o calar"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório