Meteorologia

  • 29 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 11º

OE2023. PS chumbou isolado cerca de uma centena de propostas da oposição

A maioria absoluta do PS chumbou mais de 90% das propostas de alteração ao orçamento apresentadas pela oposição, tendo sido o único partido a votar contra em cerca de uma centena delas, que mereceram o voto favorável dos restantes.

OE2023. PS chumbou isolado cerca de uma centena de propostas da oposição
Notícias ao Minuto

20:02 - 25/11/22 por Lusa

Política OE2023

No final de uma 'maratona' de quatro dias de votações, na Comissão de Orçamento e Finanças (COF), do Orçamento do Estado para 2023 (OE2023), a oposição sai da especialidade com poucas vitórias, tendo ouvido em mais de 90% das vezes a palavra 'rejeitado'.

A maioria absoluta do PS chumbou isolada cerca de uma centena desses casos, contrariando a unanimidade no voto a favor do PSD, Chega, IL, BE, PCP e dos deputados únicos do PAN e do Livre.

O maior partido da oposição, o PSD, teve a 'fatia de leão' das propostas que não passaram nestas condições: quase metade.

Por seu lado, o ex-parceiro da geringonça PCP foi o segundo partido com mais propostas rejeitadas apenas por força do voto contra do PS, registando mais de duas dezenas.

O PAN segue-se no 'pódio', com quase duas dezenas, logo seguido pelo BE, com quase dez, e o Livre com apenas três.

O Chega, que não teve nenhuma proposta aprovada, também ficou fora deste 'ranking' já que outros partidos acompanharam sempre o PS no voto contra ou optaram pela abstenção.

Já a IL, que neste orçamento foi o partido que submeteu menos alterações, também não teve qualquer proposta 'chumbada' com este critério.

O OE2023 foi hoje aprovado na votação final global com o voto favorável do PS, a abstenção do PAN e Livre e os votos contra dos restantes partidos.

O PAN e o Livre foram os dois partidos que conseguiram aprovar o maior número de propostas de alteração na especialidade, algumas delas depois de mudanças na proposta inicial, com a deputada única Inês Sousa Real a ver serem viabilizadas cerca de 10% das suas propostas, enquanto o deputado único Rui Tavares conquistou o voto favorável do PS em cerca de 20%.

Nesta 'balança', é preciso juntar as medidas do PSD, a IL, o PCP e o BE aprovadas para chegar a cerca de duas dezenas.

Leia Também: OE2023: As poucas alterações ao orçamento da maioria socialista

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório