Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 14º

Adriano Moreira. Assunção Cristas recorda "vida dedicada à causa pública"

Adriano Moreira morreu aos 100 anos de idade.

Adriano Moreira. Assunção Cristas recorda "vida dedicada à causa pública"
Notícias ao Minuto

12:28 - 23/10/22 por Ema Gil Pires

Política CDS

A antiga líder nacional do CDS-PP, Assunção Cristas, em comentário à SIC Notícias, revelou este domingo um "profundo pesar" pela morte de Adriano Moreira, figura histórica do partido que morreu aos 100 anos de idade.

Enderençando uma mensagem de solidariedade à família, a antiga deputada lembrou que é "o pesar que agora nos une, mas também o sentimento de inspiração e algum sentido de gratidão por uma vida longa, dedicada à causa pública". Isto tanto na "política", como na "academia", onde "influenciou e formou gerações de estudantes".

Assunção Cristas fez ainda questão de lembrar a "enorme coerência" desta figura marcante da política nacional, recordando os "100 anos vividos com uma grande fidelidade aos princípios em que acreditava e que sempre defendeu".

Nesta breve homenagem, a antiga líder centrista quis realçar que Adriano Moreira "conseguiu fazê-lo em momentos muito diferentes e com papéis muito diferentes de intervenção pública e política em Portugal".

Assunção Cristas considerou que também este é o momento certo para mostrar "alegria por uma vida tão longa, tão bem vivida e, tal como ele próprio dizia, tão feliz".

O professor catedrático e antigo presidente do CDS, Adriano Moreira, morreu este domingo. Foi ainda ministro do Ultramar no período da ditadura, tendo completado 100 anos em setembro.

Desde que a notícia foi avançada, têm surgido várias reações políticas relativamente à sua morte.

[Notícia atualizada às 12h40]

Recomendados para si

;
Campo obrigatório