Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Coimbra. PS alerta para alunos com necessidades educativas sem transporte

A vereadora do PS Regina Bento, na oposição da Câmara de Coimbra, afirmou hoje que há crianças com necessidades educativas especiais no concelho sem transporte escolar, com o Município a referir que está a tentar resolver situação.

Coimbra. PS alerta para alunos com necessidades educativas sem transporte
Notícias ao Minuto

19:14 - 03/10/22 por Lusa

Política PS

"Passados 15 dias do início do ano letivo, não é aceitável que os alunos com necessidades educativas especiais tenham de faltar às aulas por falta de transporte que a Câmara deveria ter acautelado com tempo", afirmou hoje a vereadora Regina Bento, que falava no período antes da ordem do dia da reunião do executivo.

Para a vereadora socialista, "não é aceitável que o normal início das atividades para estes alunos seja comprometido por concursos extemporâneos face àquela que é a realidade educativa nacional, pelo que apelo ao executivo que resolva de uma vez por todas estas situações".

Na resposta, a vereadora com a pasta da educação, Ana Cortez Vaz, eleita pela coligação Juntos Somos Coimbra (PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Aliança/RIR e Volt), recordou que "este não é o primeiro ano que acontece" tal situação.

"Espero que tudo isto esteja resolvido o mais rápido possível", frisou, referindo que foram lançados procedimentos para assegurar o transporte escolar, mas que diversas rotas ficaram desertas.

Ana Cortez Vaz salientou que está "ao lado dos técnicos" para contactar empresas que estejam dispostas a fazer o serviço.

Regina Bento leu ainda o email recebido por parte de um encarregado de educação com uma filha com necessidades educativas especiais que refere que são dezenas os alunos que continuam sem transporte no concelho.

Segundo o email lido na reunião, o encarregado de educação afirma que ninguém na Divisão de Educação atende, que os seus vários contactos com o município ficam sem resposta e que há pais a serem "ameaçados de desemprego, pela necessária de ausência dos seus empregos até às 15:00 de cada dia por falta de transporte para os seus educandos".

"Até hoje, para garantir que a minha filha possa frequentar a Unidade Multideficiência da Escola Poeta Manuel Silva Gaio, estou a suportar uma despesa diária de 14 euros", refere o pai, na comunicação lida por Regina Bento.

Ainda no período antes da ordem do dia, a vereadora socialista Carina Gomes, que assumiu pelouros nos dois anteriores mandatos, criticou a comunicação da Câmara de Coimbra na rede social Facebook, nomeadamente uma publicação em que a autarquia diz que fez "mais num ano do que outros em oito anos".

"Escreva nesse tom na sua página pessoal, mas não permita este tipo de abusos", protestou.

O presidente da Câmara, José Manuel Silva, afirmou que "cada um faz a comunicação como entender que faz".

"Ao menos, não apagamos comentários na página, que é a forma mais democrática de gerir a página de Facebook do município, que é de todos os munícipes", respondeu, fazendo alusão ao anterior executivo municipal liderado pelo PS.

Leia Também: Suspeito de três crimes de violência doméstica detido em Coimbra

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório