Meteorologia

  • 07 OUTUBRO 2022
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 30º

PSD pede esclarecimentos ao MAI sobre distúrbios em Guimarães

Grupo parlamentar do PSD quer ouvir ministro sobre os distúrbios ocorridos no centro histórico de Guimarães.

PSD pede esclarecimentos ao MAI sobre distúrbios em Guimarães
Notícias ao Minuto

14:30 - 10/08/22 por Notícias ao Minuto

Política Guimarães

O PSD pediu esclarecimentos ao ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, acerca dos distúrbios causados no centro histórico de Guimarães, na noite de terça-feira, associados a adeptos do clube de futebol croata Hadjuk Split.

"Como explica o Senhor Ministro que não tenha sido possível antecipar estes eventos, tal-qualmente ao que tem sucedido em tantas outras situações análogas que têm lugar no nosso país?", lê-se numa das perguntas do grupo parlamentar do PSD, dirigidas a José Luís Carneiro.

Os social-democratas recordam que, na noite de ontem, em Guimarães, "tiveram lugar atos de enorme violência, causados pela deslocação em massa de adeptos pelas ruas do centro da cidade" e remetem para os vídeos publicados nas redes sociais, e destacados na imprensa, sobre a destruição causada.

"Basta aliás recorrer às palavras do presidente da Câmara de Guimarães como suficientemente ilustrativas do ocorrido: 'vivemos momentos delicados, de violência, de autêntico pânico. Os cidadãos estavam aqui a jantar e a conviver no Centro Histórico e de repente uma horda de criminosos que entra pela cidade dentro, pelo Centro Histórico dentro e provoca exatamente este alarme e este pavor, este medo…'", sublinha o documento, assinado por André Coelho Lima.

"O país pôde ver tudo isto", sem que um "único agente policial" tenha agido, indicam os deputados do PSD, acrescentando que este episódio mostra que a atuação das polícias "falhou". "Há uma falta de previsão e de planeamento daquilo que podia acontecer, uma falta de articulação das polícias", indica a missiva.

"Não considera o Senhor ministro que os eventos de ontem, na cidade de Guimarães, exibem de Portugal uma imagem de incapacidade para lidar com fenómenos de massas associados ao futebol, deitando por terra a imagem de segurança e preparação para albergar grandes eventos, imagem que ao longo de anos fomos construindo?", questionam ainda.

Recorde-se que, esta quarta-feira, a Polícia de Segurança Pública (PSP) confirmou a detenção de mais de uma centena de adeptos na sequência do caos deixado na cidade de Guimarães. O presidente daquela autarquia, Domingos Bragança, considerou que ocorreu "uma falha de segurança" e defendeu que é preciso apurar por que razão a PSP "não atuou".

Já a PSP rejeitou que houvesse falta de efetivo e garantiu que a força de segurança estava no local e se encontrava preparada para dar resposta a qualquer incidente

Leia Também: PSP rejeita críticas após caos em Guimarães: "Tínhamos efetivo reforçado"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório