Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Governo tem de assegurar a "estabilidade governativa", diz deputado do PS

Através de uma publicação na rede social Twitter, o deputado Filipe Neto Brandão recordou que os "portugueses reforçaram em janeiro a maioria do PS porque quiseram, acima de tudo, ver garantida a estabilidade".

Governo tem de assegurar a "estabilidade governativa", diz deputado do PS

O deputado do PS Filipe Neto Brandão considerou, esta sexta-feira que "o mínimo que o Governo" tem de fazer é "assegurar" a "estabilidade governativa", na sequência da crise política provocada pela revogação do despacho, emitido pelo Ministério liderado por Pedro Nuno Santos, que apresentava uma nova solução aeroportuária para a cidade de Lisboa.

Através de uma publicação na rede social Twitter, o socialista recordou que os "portugueses reforçaram em janeiro a maioria do PS porque quiseram, acima de tudo, ver garantida a estabilidade".

No seguimento desta ideia, o também presidente da comissão parlamentar de Orçamento e Finanças afirmou que o "mínimo que o Governo do PS tem de assegurar, para não alienar aquela confiança, é essa estabilidade governativa".

"Espero que não haja quaisquer equívocos sobre isso", ressalvou ainda Filipe Neto Brandão.

Estas declarações surgem na sequência da crise política que, na quinta-feira, se instalou sobre o Governo. Isto depois de, na quarta-feira, o Ministério das Infraestruturas ter divulgado o seu plano para uma "Ampliação da Capacidade Aeroportuária da Região de Lisboa”.

Esta solução previa, nomeadamente, a criação imediata de um aeroporto complementar ao atualmente existente no Montijo, até 2026, para depois se dar início aos trabalhos de um novo aeroporto em Alcochete, esse sim com capacidade de substituir integralmente o aeroporto Humberto Delgado em 2035.

Porém, o Primeiro-ministro português acabaria, já na quinta-feira, por ordenar a revogação desse mesmo despacho, segundo a informação avançada em comunicado enviado às redações. A solução avançada por Pedro Nuno Santos acerca do modelo para um novo aeroporto acabaria, assim, por ser anulada.

Toda esta situação acabaria por deixar algumas dúvidas acerca da permanência do ministro Pedro Nuno Santos no Governo, algo que foi entretanto esclarecido pelo próprio ministro das Infraestruturas. Na mesma tarde, o responsável por uma das pastas mais mediáticas dos últimos anos informou que se iria manter no cargo, apesar de assumir as "falhas relevantes", da sua "inteira responsabilidade", que estiveram na base de toda esta crise política.

Leia Também: É "hora" de Costa "pôr ordem" no Governo, incluindo na ministra da Saúde

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório