Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 39º

"O OE que sai do Parlamento é igual ao que entrou", diz Catarina Martins

Decorre hoje a votação global geral que terminará - expectavelmente - com a aprovação do documento.

"O OE que sai do Parlamento é igual ao que entrou", diz Catarina Martins
Notícias ao Minuto

11:59 - 27/05/22 por Notícias ao Minuto

Política OE2022

Termina esta sexta-feira a discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2022. No decorrer do debate, Catarina Martins realçou que "a receita fiscal vai aumentar com a inflação e que quem perde são os serviços públicos.

Segundo a representante do Bloco de Esquerda, o OE não traz nada de novo e ironiza com a ideia de que este seria “o OE mais à esquerda de sempre”.

“O OE que sai do Parlamento é igual ao que entrou. O PS torceu o regimento e brincou às cedências, mas não mudou nada de significativo”, afirmou a bancada bloquista. 

Condenando que o OE2022 não atualize salários nem pensões à inflação, a líder bloquista afirmou que o "Governo optou por deixar em perda quem vive do seu trabalho, num momento em que a economia está a crescer e a produtividade a aumentar" porque "só os salários é que encolhem".

A crítica chega também à  manutenção das metas do défice: “O Governo exibe um dos défices mais baixos de toda a UE, como se essa escolha restritiva fosse ajustada às circunstâncias que estamos a viver”.

“Estudos, formação, relatórios, projetos-piloto-de-projetos-piloto”. “Seria apenas caricato, não fosse uma manobra deliberada de desacreditar o Parlamento e, com ele, o confronto das alternativas políticas”, disse ainda. 

No fim, frisou que  o BE se recusa a ser “cúmplice” deste OE que expectavelmente será hoje aprovado. 

Leia Também: OE2022. Termina hoje debate orçamental com aprovação garantida

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório