Meteorologia

  • 13 AGOSTO 2022
Tempo
28º
MIN 18º MÁX 28º

OE2022 permite satisfazer os "compromissos eleitorais", refere PS

Declarações de Carlos César após ser recebido pelo Presidente da República.

OE2022 permite satisfazer os "compromissos eleitorais", refere PS

O presidente do Partido Socialista (PS), Carlos César, voltou a reforçar a "determinação" do partido em intensificar "o diálogo com todas as forças políticas" a propósito do Orçamento do Estado para 2022, após ter estado reunido com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para debater a temática.

A propósito desta proposta orçamental para 2022, o socialista destacou que este se trata de um "orçamento transitório, marcado por medidas de incidência de curto prazo" e, em certa medida, de "satisfação dos compromissos eleitorais" feitos aos portugueses nos meses que antecederam as últimas eleições legislativas.

Porém, Carlos César disse ter abordado, no encontro com o chefe de Estado, o facto de este contemplar já algumas perspetivas de "médio prazo, para 2023".

"Exprimimos a nossa confiança de que, ultrapassada esta fase mais difícil - com este surto inflacionário, com as sequelas da crise pandémica e com as consequências da guerra no leste europeu -, seja possível no próximo ano ter uma outra execução das políticas reformistas e da contenção da despesa pública", afirmou, em declarações à comunicação social.

Numa lógica orçamental, e à semelhança do que tem sido feito pelo ministro das Finanças, Fernando Medina, Carlos César destacou a importância de aplicar no país a estratégia das "contas certas". 

Isto porque, como explicou o líder do PS, "garantir que a redução da dívida prossiga este ano", aplicando-se o mesmo ao "défice", apresentam-se como objetivos centrais para o partido que lidera o Executivo - pelo facto de serem "fatores de qualificação e de atração" para o país.

Quanto à "crise inflacionária" que tem vindo a afetar o país com uma maior intensidade desde o início deste ano, Carlos César garantiu que o PS se encontra "empenhado" em fazer com que "esta situação seja ultrapassada", de forma a que o país possa "inspirar confiança" nos investidores.

A proposta de Orçamento do Estado para 2022 vai ser discutida na especialidade entre os dias 23 e 25 de maio. O documento volta depois ao plenário para a votação final global, agendada para o dia 27 de maio.

Leia Também: Rio não toma posição sobre inquérito parlamentar proposto por Montenegro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório