Meteorologia

  • 25 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

PS reitera pedido de "transparência ao Governo" sobre cortes

Numa curta declaração na sede do PS, o secretário do partido Eurico Brilhante Dias, pediu ao Governo que não fuja e que responda com “transparência” a três questões: onde serão cortados os dois mil milhões exigidos pela troika, se os cortes feitos até agora vão passar de “transitórios a definitivos” e se a Função Pública vai ser alvo de uma tesourada de 5%.

PS reitera pedido de "transparência ao Governo" sobre cortes

O secretário do Partido Socialista, Eurico Brilhante Dias, insistiu esta manhã, numa curta declaração aos jornalistas no Largo do Rato, em Lisboa, nos cortes que, disse, o Governo está a guardar para anunciar aos portugueses depois das eleições europeias.

Sustentando que, “o Governo não deve fugir” e que “não é altura para nos escondermos”, o socialista lançou diretamente ao Governo três questões que o maior partido da oposição quer ver esclarecidas.

“Em que área/setores vão ser aplicados os cortes de dois mil milhões que constam na 10ª avaliação [da troika] regular do ajustamento? Quais os cortes já feitos em 2011,2012 e 2013 que passarão de transitórios a definitivos? E se, conforme avançou um semanário, os funcionários públicos vão voltar a ser tomados de assalto com um corte de 5% nas remunerações?”, questionou Eurico Brilhante Dias.

O secretário do PS frisou que “é urgente esclarecer se de facto estes cortes e medidas vão ou não avançar”, defendendo porém que é já tempo de “deixar de escavar o buraco da austeridade”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório