Meteorologia

  • 20 MAIO 2022
Tempo
31º
MIN 17º MÁX 34º

"Voto no Bloco é o do desempate" e que "não permite governo de direita"

Catarina Martins mostrou-se, uma vez mais, disponível "para negociar uma solução de governo para o país" mal sejam conhecidos os resultados das eleições.

"Voto no Bloco é o do desempate" e que "não permite governo de direita"

No último dia de campanha eleitoral, os líderes partidários têm vindo a apelar diretamente ao voto dos portugueses. Catarina Martins, numa arruada do Bloco de Esquerda na Rua de Santa Catarina, no Porto, defendeu que um "voto" no partido que dirige é o "voto do desempate".

"O voto no Bloco é o voto que ganha, porque é o voto que desempata e que não permite um governo de direita", argumenta a líder bloquista, apelando diretamente aos eleitores que se posicionam mais à esquerda no espetro político. "É o voto que vence a extrema-direita e a direita", acrescenta ainda Catarina Martins, em declarações aos jornalistas.

A dirigente do Bloco de Esquerda sustenta ainda que apoiar o partido nas eleições legislativas de dia 30 é um "voto seguro para um contrato no dia seguinte, que não esqueça as urgências do nosso país". Faz, assim, uma alusão a uma possível coligação entre os partidos de esquerda, nomeadamente com o PS, que abra "um novo ciclo em Portugal, pelo salário, pela saúde, pela habitação, pelo clima".

Catarina Martins mostrou-se, uma vez mais, disponível "para negociar uma solução de governo para o país" mal sejam conhecidos os resultados das eleições, reforçando que o Bloco de Esquerda nunca esquecerá o seu "mandato" e os seus "compromissos". "Convidei António Costa para esta solução", ressalva ainda a dirigente bloquista, passando a responsabilidade no que toca a esta matéria para o secretário-geral do Partido Socialista.

Quanto a propostas eleitorais, a líder do Bloco de Esquerda, que procura ser o terceiro partido político mais votado nestas eleições, compromete-se a trabalhar para fazer com que os portugueses "não continuem a ter cortes injustos nas pensões", para combater "a precariedade das gerações mais jovens" e para promover o "emprego com salários justos". O "futuro" do país, na ótica de Catarina Martins, passa ainda por garantir "uma resposta determinada ao clima" e "rendas de casa que as pessoas possam pagar".

Leia Também: Twitter do Bloco de Esquerda 'atacado' durante comício do partido

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório