Meteorologia

  • 23 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

PSD quer "conquistar o eleitorado do Chega", diz Costa

O "maior poder desses partidos de extrema direita é quando eles ganham a capacidade de condicionar e influenciar os partidos democráticos", sustenta Costa.

PSD quer "conquistar o eleitorado do Chega", diz Costa

A temática da extrema-direita, em Portugal representada pelo Chega, continua a dominar as declarações dos líderes dos dois partidos com maior representação parlamentar. Desta feita, António Costa veio agora sustentar que, neste momento, o PSD já "desistiu de disputar" o bloco central com o PS, estando agora "concentrado no objetivo de conquistar o eleitorado do Chega".

Para sustentar essa afirmação, durante uma arruada em Setúbal, o líder do PS vem comentar as declarações recentes de David Justino, vice-presidente do PSD, à CNN Portugal. Na perspetiva do atual primeiro-ministro, Justino assumiu, com as suas intervenções, "que para o PSD não há linhas vermelhas no diálogo com o Chega".

"Essa existência de linhas vermelhas entre os partidos democráticos e os partidos de extrema direita é uma linha fundamental que ninguém pode e deve ultrapassar", defende ainda o dirigente socialista. Até porque o "maior poder desses partidos de extrema direita é quando eles ganham a capacidade de condicionar e influenciar os partidos democráticos", completa ainda António Costa.

Feito o raciocínio, o líder do PS deixa uma questão que considera "fundamental": "se vamos passar a ter um Governo que passe a ser condicionado pela extrema-direita no Parlamento", conclui. Isto porque, na sua ótica, o PSD até já foi visto a "mitigar as posições do Chega".

Referindo novamente estar disponível para "dialogar com todos", à exceção do Chega, António Costa refere que esse está a ser o "erro enorme que o PSD está a cometer". "Um erro que nenhum outro partido da direita democrática cometeu" em contexto europeu, volta a relembrar.

No que toca a um eventual diálogo com o partido liderado por Rui Rio, o atual primeiro-ministro mostrou alguma abertura. Lembra uma "reforma" recente, feita "em conjunto com o PSD, sobre o Sistema de Comando das Forças Armadas", nas declarações feitas esta quinta-feira à comunicação social.

Deste modo, assume um compromisso: "gerar os consensos" capazes de darem "estabilidade ao país" e "tranquilidade aos portugueses".

Leia Também: CDS quer contribuir "fortemente" para maioria de direita

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório