Meteorologia

  • 20 MAIO 2022
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 34º

Rio considera que portugueses não irão compreender regresso da geringonça

O presidente do PSD considerou hoje que os portugueses não irão compreender um regresso da 'geringonça' meses depois de o chumbo do Orçamento ter levado a eleições por falta de entendimento do PS com BE e PCP.

Rio considera que portugueses não irão compreender regresso da geringonça
Notícias ao Minuto

14:10 - 25/01/22 por Lusa

Política Legislativas

Rui Rio, que falava aos jornalistas durante um ação de campanha nas ruas de Beja, apontou a abertura manifestada pelo secretário-geral do PS para dialogar com o Bloco de Esquerda (BE) como mais "um dos ziguezagues" de António Costa.

Em seguida, observou: "Eu não sei como é que conseguem reerguer a 'geringonça' na exata medida em que o BE e o PCP fizeram determinadas reivindicações para aprovar o Orçamento de 2022".

"O doutor António Costa não deu, não cedeu, por isso é que estamos em eleições", referiu o presidente do PSD, questionando: "E agora em fim de fevereiro ou em março o PS já está disponível para dar aquilo que não estava disponível há dois meses?".

"Mas então, se era para dar, tinha dado há dois meses e não andávamos em eleições e a criar esta instabilidade, com o BE e o PCP a dizer que a culpa é dele e ele a dizer que a culpa é do BE e do PCP. Se isso vier a acontecer, eu acho que os portugueses não vão perceber", concluiu.

Segundo Rui Rio, António Costa não tem "quase nenhuma saída" para governar, restando-lhe "pedir a maioria absoluta, como pediu", mas que no seu entender "é quase impossível" e "seria um bocadinho de mais face aos resultados destes seis anos de governação".

Sobre um eventual entendimento entre PS e BE, o presidente do PSD disse ter visto António Costa "sempre a distância" até esta altura da campanha, em que "afinal já fala com toda a gente, já fala também com o BE".

Rui Rio apontou como outros "ziguezagues" de Costa a possibilidade de venda de mais de 50% do capital da TAP por um Governo do PS e a eventual reversão do fim dos debates quinzenais com o primeiro-ministro no parlamento, uma medida acordada com o PSD na atual legislatura.

"O PS é um partido que ao longo dos tempos, e em particular neste consulado do doutor António Costa, completamente avesso a qualquer reforma", sustentou, a propósito do fim debates quinzenais: "Qualquer reforma que se procure fazer, à primeira resistência, o PS cede".

Leia Também: Cenários após eleições e gato de Rui Rio em destaque na campanha

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório