Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º

Livre alerta para desmobilização à esquerda e defende mudança de discurso

O dirigente do Livre Rui Tavares alertou hoje para uma desmobilização do eleitorado à esquerda, caso os partidos insistam em ataques entre si, considerando que "ainda há tempo" para mudar o discurso.

Livre alerta para desmobilização à esquerda e defende mudança de discurso
Notícias ao Minuto

17:06 - 22/01/22 por Lusa

Política Legislativas

O cabeça de lista do Livre por Lisboa, que esteve hoje de visita ao bairro Casal da Boba, no concelho da Amadora, sustentou que a esquerda, "quando dá sinais de convergência e de ser consequente, mobiliza o seu eleitorado" e é "premiada", algo que aconteceu em 2019, altura em que "todos os partidos à esquerda cresceram".

"E cresceram porquê? Porque o eleitorado de esquerda viu que eles se conseguiram entender. Se optam por uma tática de valorizar mais os fatores de desentendimento do que de entendimento, nesse caso o eleitorado desmobiliza-se e não vai votar", alertou.

Tavares insistiu que não devem ser feitas "chantagens sobre o eleitorado" e que não se deve "gastar tempo em ataques entre a esquerda", apontando para o risco "muito maior" de "a direita aliada à extrema-direita".

"Neste momento, sendo uma maioria à direita uma perspetiva tão arriscada, porque trará agarrada a si a extrema-direita, que noutros países já provocou tanto em termos de danos à democracia, é muito importante que a esquerda saiba mobilizar os seus eleitores", apontou.

Sem especificar partidos, o dirigente do Livre disse ainda que "os diretórios partidários às vezes têm razões que a razão desconhece e às vezes põem a tática à frente da estratégia", acrescentando que "o eleitor em Portugal, e claramente o eleitor à esquerda, está à espera de uma palavra de motivação" e se "ouvir que há soluções irá votar".

"Mas ainda há tempo, ainda há tempo para mudarem de discurso. E se não mudarem de discurso, verão que o eleitorado premiará quem sempre teve o discurso da convergência", avisou.

Questionado sobre o ataque ao Livre feito pelo secretário-geral do PS, António Costa, no debate das rádios entre todos os partidos, sobre o tema da energia nuclear, Rui Tavares desvalorizou, dizendo que foi um "ataque enganador, motivado pelo período de campanha".

"Nós sabemos como é que essas coisas são e não entramos nesse jogo, não erramos nos alvos. Agora, o que eu sei é que se não entenderem essa necessidade [de convergência] então nesse caso concorrem para desmobilizar o eleitorado e arrepender-se-ão de o terem feito. Aliás, eu creio que nessa lógica de pressionar o eleitorado para uma maioria absoluta às vezes as pessoas devem ter cuidado com aquilo que desejam e devem ouvir mais aquilo que as pessoas que nós vamos encontrando desejam e as pessoas desejam que lhe sejam apresentados caminhos", vincou.

Leia Também: Mobilizar a esquerda para evitar maioria com apoio da "extrema-direita"

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório