Meteorologia

  • 16 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

Voto. CDS diz que Rio "está equivocado" e fala em ausência de planeamento

O presidente do CDS-PP considerou hoje que o líder do PSD, Rui Rio, "está equivocado" sobre como se processa o voto antecipado em mobilidade e criticou o Governo, que "falhou na antecipação e no planeamento" das eleições.

Voto. CDS diz que Rio "está equivocado" e fala em ausência de planeamento

"As declarações do doutor Rui Rio permitem-me concluir que está equivocado quanto ao modelo do voto antecipado em mobilidade, porque as pessoas votam nas áreas em que é permitido mas de facto o seu voto conta para eleger deputados precisamente na zona onde estão recenseadas", afirmou Francisco Rodrigues dos Santos.

Numa ação de campanha em Castelo Branco, o líder centrista foi instado a comentar as palavras de Rui Rio, que na rede social Twitter escreveu: "O Dr. António Costa arranjou uma forma airosa de evitar ter de fazer o que sabe que não é bom para Portugal; ter de votar nele próprio. Chapeau!", depois de o líder socialista ter anunciado que pretende votar no dia 23 de janeiro, no Porto.

Questionado sobre o tema à margem de uma arrumada em Barcelos (Braga), Rio desdramatizou e classificou como "uma brincadeira", dizendo que a campanha eleitoral também tem de ser "alegre e com alguma piada".

O presidente do CDS-PP disse que não vai seguir o exemplo de António Costa e vai exercer o seu direito de voto no dia das eleições, a 30 de janeiro, sustentando que "os partidos políticos, os seus líderes, candidatos, devem também dar o exemplo às pessoas" porque "é o dia em que a maior parte dos portugueses poderão exercer o seu direito de voto".

E criticou o Governo, que "falhou na antecipação e no planeamento do voto no dia 30 de janeiro uma vez mais", apontando que o executivo "corre atrás do prejuízo", e defendeu que esta solução "está coxa" e "vai impedir muitos portugueses de exercer o seu direito de voto".

"Não era muito difícil prever e adivinhar que, com a escalada de contágios e com a possibilidade de aparecimento de novas variantes, sobretudo nas estações mais frias, que houvesse muitos portugueses impedidos de exercer o seu direito de voto", considerou.

O líder do CDS-PP reiterou que "a melhor de todas as soluções em cima da mesa" seria a eleição decorrer em dois dias, no "29 para infetados ou confinados e no dia 30 para a população em geral".

O presidente do CDS-PP esteve hoje numa ação de campanha em Castelo Branco, onde estava previsto um contacto com a população. No entanto, a comitiva centrista encontrou ruas desertas.

Acompanhado pela cabeça de lista por aquele círculo, Maria Inês Moreira, o líder sustentou que se deslocou à "capital de distrito com menos habitantes" e onde o partido não elegeu deputados nas últimas eleições legislativas, em 2019, para "mostrar o estado em que está o interior do país".

Leia Também: CDS critica "animalismo" do PAN e quer pegar a esquerda "pelos cornos"

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório