Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2022
Tempo
10º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Luísa Salgueiro: PS não deve temer Rio reforçado pelas diretas do PSD

A dirigente socialista Luísa Salgueiro defendeu hoje que o PS não deve temer um presidente do PSD reforçado após vencer as eleições diretas sociais-democratas e que o seu partido apenas depende dele próprio para triunfar nas legislativas.

Luísa Salgueiro: PS não deve temer Rio reforçado pelas diretas do PSD
Notícias ao Minuto

17:53 - 04/12/21 por Lusa

Política Eleições

Luísa Salgueiro, presidente da Câmara de Matosinhos e candidata indicada pelos socialistas para liderar a Associação Nacional dos Municípios Portugueses (ANMP), sustentou esta posição no discurso que proferiu no encerramento do Congresso da Associação de Autarcas do PS, em Lisboa.

Depois de prometer que se empenhará em reforçar "o poder local democrático", Luísa Salgueiro referiu-se às próximas eleições legislativas e deixou algumas advertências de caráter interno.

"O principal adversário pode ser a nossa atitude. O líder da oposição [Rui Rio) é o mesmo que era há pouco tempo. Entre nós, não podemos passar a mensagem de que há um grande risco. O grande risco é se diminuirmos a nossa mobilização", considerou.

Neste ponto, a autarca de Matosinhos foi mais longe: "Conhecemos bem o doutor Rui Rio e não tememos esse suposto reforço nascido das eleições internas do PSD".

"A pior atitude é andarmos a dizer, aqui ou ali, que Rui Rio é mais perigoso do que Paulo Rangel. É indiferente. Dependemos só de nós próprios. Temos o melhor líder", afirmou.

Luísa Salgueiro advertiu ainda os socialistas que "não se poderão deixar influenciar pelo exemplo" da derrota eleitoral do PS para a Câmara de Lisboa.

"No distrito do Porto, mas eleições autárquicas, o PS conquistou mais juntas de freguesia, câmaras municipais", contrapôs.

No final de novembro, o PS designou a presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, para presidir à ANMP, cujo congresso se realiza nos próximos dias 11 e 12 em Aveiro.

Luísa Salgueiro vai substituir na presidência da ANMP o socialista Manuel Machado, que ocupava este cargo desde 2013 e que, nas últimas eleições autárquicas, perdeu a Câmara de Coimbra para uma coligação liderada pelo PSD.

No Congresso da Associação Nacional de Autarcas do PS, que hoje se realizou no Parque das Nações, em Lisboa, a presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes, substituiu o edil de Vila Real, Rui Santos, na liderança da entidade.

Além de Isilda Gomes, integram nova direção da Associação Nacional de Autarcas do PS os presidentes de câmara Pedro Ribeiro (Almeirim), Armando Jacinto (Idanha-a-Nova), António Pina (Olhão), Helder Guerreiro (Odemira) e Marcelo Guerreiro (Ourique).

Desta lista de direção para os próximos quatro anos fazem ainda parte Rute Lima (Junta de Freguesia dos Olivais), Catarina Marcelino (presidente da Assembleia Municipal do Montijo), Nelson Felgueiras (vereador em Guimarães), Sandra Marcelino (presidente da Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira) e João Manuel Pinto (Junta de Freguesia de Chaves).

Sónia Sanfona, presidente da Câmara de Alpiarça, é a presidente da Assembleia Geral, enquanto Nuno Gaudêncio (Junta de Freguesia de Odivelas) vai liderar o Conselho Fiscal.

Leia Também: OE. Apoios terão efeitos retroativos a 1 de janeiro, promete Costa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório