Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Rio vai recandidatar-se. 'Por Portugal, sou candidato' à liderança do PSD

O presidente do PSD vai recandidatar-se à liderança do partido, nas eleições diretas de 4 de dezembro. A informação foi avançada pelo jornal Público e, entretanto, confirmada pelo diretor de campanha de Rui Rio.

Rio vai recandidatar-se. 'Por Portugal, sou candidato' à liderança do PSD

Rui Rio vai recandidatar-se à liderança do PSD nas eleições diretas de 4 de dezembro, avançou o jornal Público, dando conta de que a decisão seria anunciada oficialmente esta tarde. E, minutos depois, chegou à redação do Notícias ao Minuto o comunicado oficial.

O presidente do PSD, Rui Rio, será recandidato à liderança do partido, refere um comunicado assinado pelo vice-presidente e agora diretor de campanha Salvador Malheiro.

"Depois de uma reflexão aprofundada sobre a situação política do país e atendendo aos recentes resultados das últimas eleições autárquicas e da incompreensível instabilidade e divisões internas, entretanto geradas no PSD, o Presidente Rui Rio, decidiu recandidatar-se à liderança do Partido Social Democrata", refere o comunicado, intitulado 'Por Portugal, sou candidato'.

"Com esta sua decisão, tomada no devido tempo, de forma serena e responsável, e sem qualquer preocupação de ordem tática, Rui Rio entende, como sempre tem entendido ao longo da sua vida pública, que o interesse de Portugal tem de estar acima daquilo que possa ser a tranquilidade da sua própria vida pessoal"

Destacando "os êxitos políticos que o PSD conseguiu, quer no continente, quer nas Regiões Autónomas, e depois das múltiplas e desnecessárias dificuldades que, para tal, teve de ultrapassar", o comunicado justifica ser "compreensível a tentação de não continuar". Ainda assim, "Rui Rio não é homem para desistir de lutar pelo PSD e, acima de tudo, por Portugal".

Quanto à apresentação pública da candidatura, fica apenas a promessa de que será feita "brevemente".

Sublinhe-se que o presidente do PSD afirmou na segunda-feira que a decisão sobre a sua eventual recandidatura estaria "quase tomada" e seria em breve anunciada, reiterando estar muito preocupado por o país poder ir para eleições antecipadas com o partido em disputa interna.

Na corrida, recorde-se, está já Paulo Rangel e agora também Rui Rio. Resta saber se mais candidatos vão chegar-se à frente e juntar-se à disputa pela liderança do PSD.

[Notícia atualizada às 15h10]

Leia Também: "Tenho todas as condições para agregar, não preciso da tutela de ninguém"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório