Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Durão diz que português na Comissão ajudou país

Em entrevista à TVI, e no rescaldo da sua decisão em não se candidatar a um terceiro mandato como presidente da Comissão Europeia no final deste mandato, que acaba em outubro, Durão Barroso diz que sai de "consciência tranquila" e que o facto de ser um português a assumir este cargo facilitou a vida a Portugal, no que diz respeito às medidas que lhe foram impostas para sair da crise.

Durão diz que português na Comissão ajudou país

Durão Barroso justificou hoje que não irá candidatar-se a um

terceiro mandato na presidência da Comissão Europeia

por considerar que se trata de um cargo “extremamente difícil” e porque acredita que o bom senso “manda que faça outra coisa”.

“Nunca ninguém esteve mais de 10 anos neste cargo, nem nas difíceis condições com que estive”, argumentou.

Barroso afirmou, ainda, que sai de "consciência tranquila" e que tudo fez para ajudar Portugal. O ex-primeiro ministro português disse, mesmo, que “se não fosse um português a estar à frente da comissão europeia”, o país teria sido direcionando “mais no sentido do rigor” e não nos sentido do “equilíbrio e apoio” para ultrapassar a crise económica vivida nos últimos anos.

Questionado pela TVI sobre um possível regresso ao panorama politico português, embora afirme que “Portugal é o seu país”, Durão Barroso garante que ainda “não tem planos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório