Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2021
Tempo
24º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

“Finalmente o Estado protege as crianças da violência da tauromaquia"

Governo aprovou o decreto-lei que proíbe que menores de 16 anos assistam a touradas. PAN congratula-se pelo facto de ter sido cumprido finalmente o "acordo que ficou estabelecido", ainda no decorrer das negociações do Orçamento do Estado para 2021.

“Finalmente o Estado protege as crianças da violência da tauromaquia"

O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que altera a classificação etária para assistir a espetáculos tauromáquicos, fixando-a nos maiores de 16 anos, uma medida que decorreu das negociações com o PAN no âmbito do OE2021. 

"Finalmente o estado português protege as crianças e jovens da violência da tauromaquia", reage o partido em comunicado, congratulando-se pelo facto de "o Governo ter cumprido finalmente com o acordo que ficou estabelecido com o PAN no sentido de proteger as crianças e jovens da violência da tauromaquia".

A presença em espetáculos tauromáquicos passa, assim, a ser apenas para maiores de 16 anos, à semelhança do que acontece para o acesso e exercício das atividades de artista tauromáquico e de auxiliar de espetáculo tauromáquico. 

"Congratulamo-nos com esta importantíssima vitória do PAN que, após diversas reivindicações, vê assim reconhecida a sua preocupação assistindo ao Governo a dar este passo civilizacional no sentido de proteger as nossas crianças e jovens, evitando expô-las à violência da tauromaquia, tal como já tinha alertado o Comité dos Direitos das Crianças da ONU", afirma Inês de Sousa Real, citada no comunicado do partido. 

Para a porta-voz do PAN, "este é um passo revestido de uma enorme importância tendo em conta a quantidade de denúncias que recebemos que indicam a presença de menores em praças de touros, menores que não só assistem à violência contra os animais como também sofrem inúmeros ferimentos que ocorrem durante esta atividade". 

O partido lembra ainda que esta conquista "segue as já antigas recomendações da ONU que já por diversas vezes instou Portugal a afastar crianças e jovens da violência da tauromaquia", uma atividade cuja abolição o partido assegura que continuará a defender.

Esta semana, na primeira reação à proposta de Orçamento do Estado para 2022, Inês Sousa Real tinha advertido o Governo para a necessidade de uma "maior execução" das medidas inscritas na proposta deste ano. "Neste momento, tendo em conta não só aquilo que é uma análise preliminar deste Orçamento, como também a ausência de uma mais eficaz execução do Orçamento de 2021, está tudo em aberto para o PAN", afirmou. 

Recorde-se que, já no final de 2020, o PAN revelou que o Governo tinha acolhido a sua proposta de proibir a presença e participação de menores em espetáculos tauromáquicos, indicando que a legislação seria alterada no primeiro trimestre de 2021. Ora, no primeiro trimestre não foi, mas foi agora, no quatro trimestre do ano, numa altura em que o Governo tenta viabilizar o OE2022 e com negociações ainda em aberto. 

Leia Também: Touradas só para maiores de 16 anos. Governo impõe idade mínima

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório