Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Não basta ganhar ao PS "duas ou três" câmaras, têm de ser mais

O líder do PSD manifestou-se hoje confiante num bom resultado nas eleições autárquicas, reduzindo o número de câmaras lideradas pelo PS, "não em duas nem três" mas "mais do que isso", de forma "que se veja".

Não basta ganhar ao PS "duas ou três" câmaras, têm de ser mais
Notícias ao Minuto

16:49 - 24/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

"Não é possível dizer [concretizar um bom resultado]. Numa empresa, posso fixar um aumento de vendas. Agora, o PS tem mais 63 câmaras do que nós [PSD]. O nosso objetivo é reduzir. Não para 62 ou 61. Queremos reduzir esses 63 de forma razoável, que se veja e que seja visível. Não é reduzir duas nem três. É mais do que isso", afirmou, em resposta a questão da Lusa, à margem de uma arruada e comício no centro histórico de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, Açores.

Manifestando "confiança" no trabalho que se fez, numa campanha de proximidade e quase porta a porta, Rio não quis falar nas sombras da oposição interna, por não querer "contribuir para qualquer instabilidade interna", pois tem como papel "contribuir para a unidade".

"Todo o trajeto que se fez dá-me confiança de que vai ter resultados. Não há milagres mas, bem feito, potencia um resultado melhor. E foi bem feito [o trabalho de campanha autárquica]", frisou o social-democrata no segundo dia de visita aos Açores, onde quis encerrar a campanha nacional do partido tendo em vista as autárquicas de domingo, assinalando a vitória do PSD nas eleições regionais de 2019.

Rio disse ainda estar "confiante em toda a gestão" feita pelo PSD "desde há mais um ano a esta parte", e que "passou pela nomeação de uma comissão autárquica competente, com gente que sabe sobre autarquias, "gente competente, com experiência".

Nos Açores, o PSD tem a presidência em cinco das 19 Câmaras Municipais, tendo conquistado uma em 2017 ao PS (a do Nordeste).

São candidatos à Câmara de Ponta Delgada Pedro Nascimento Cabral (PSD), André Viveiros (PS), Vera Pires (BE), Luís Miguel Quental (IL), Luís Franco (Chega), Rui Teixeira (CDU) e Dinarte Pimentel (PAN).

Em 11 eleições autárquicas livres, o PSD presidiu quase sempre à Câmara de Ponta Delgada, com exceção do mandato 1989-1993, em que socialistas em coligação com o CDS-PP 'tiraram' a autarquia aos sociais-democratas.

As eleições autárquicas realizam-se no próximo domingo, dia 26.

Leia Também: Trabalhadores exigem reativação da refinaria e chamam "mentiroso" a Costa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório