Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Rio critica medidas do Governo "para beneficiar PS" nas eleições

O líder do PSD, Rui Rio, criticou hoje a utilização de "medidas do Governo para beneficiar o PS" eleitoralmente, frisando que "cada um joga com as armas que tem, em função dos seus parâmetros éticos".

Rio critica medidas do Governo "para beneficiar PS" nas eleições
Notícias ao Minuto

19:32 - 23/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

"O Governo e o PS acreditam que, aliviando as medidas [covid-19] quase na totalidade, ainda que não entrem já em vigor, isso lhes traz vantagem. Não me parece bem usar medidas do Governo para beneficiar o PS em sede eleitoral. Mas cada um joga com as armas que tem em função dos seus parâmetros éticos", disse Rui Rio, referindo-se às deliberações do Conselho de Ministros relativamente ao alívio das medidas de contenção da covid-19 face à evolução da situação pandémica.

Rio começou hoje uma visita de dois dias à ilha de São Miguel, nos Açores, no concelho do Nordeste, onde, nas eleições autárquicas de 2017, a Câmara passou das mãos do PS para as do PSD, elevando para cinco as autarquias açorianas lideradas pelos social-democratas, que agora presidem também ao Governo Regional.

O primeiro-ministro anunciou hoje que a evolução positiva do país no controlo da covid-19 vai permitir que passe do atual estado de contingência para a situação de alerta a partir de 01 de outubro.

Rio diz que nenhuma das medidas anunciadas surpreendeu, mas, tendo em conta a entrada em vigor das medidas em outubro, alertou para a proposta do PSD, recusada pelo Governo, de adiar as eleições autárquicas em pelo menos um mês.

"Numa campanha [eleitoral] autárquica, é importante estar junto com as pessoas. Faz muita diferença estar ou não estar de máscara, teríamos feito uma campanha muito melhor [se o Governo tivesse concordado em adiar as eleições marcadas para domingo]", disse.

O líder do PSD falava depois de uma ação de campanha no centro do Nordeste, na companhia do presidente do Governo Regional dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM), José Manuel Bolieiro, e do presidente da autarquia e recandidato a um segundo mandato.

Na iniciativa, Rio distribuiu panfletos enquanto a comitiva entregava flores cor-de-laranja e canetas, dirigindo-se pelo nome (que perguntava ao presidente de Câmara, do PSD) a vários munícipes.

Rio justificou a visita ao Nordeste por ter sido a surpresa positiva para o PSP há quatro anos - nas autárquicas de 2017, o PSD conquistou aquela Câmara ao PS.

Questionado sobre quantas Câmaras o PSD pretendia ganhar nas autárquicas de domingo, o líder do PSD apontou a possibilidade de chegar às quatro.

"Querer era todas, mas é absolutamente impossível. Apontam-me a possibilidade de poder ter mais duas, três, quatro. Conto aqui, como em todo o país, subir. Faço aqui um cumprimento especial porque nas últimas eleições regionais o PSD venceu, por isso quisemos encerrar nos Açores a campanha nacional do partido", vincou.

[Notícia atualizada às 20h49]

Leia Também: Campanha de Rio entre 'disparos' a Costa e incerteza sobre o seu futuro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório