Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

BE quer plano de combate à pobreza no Porto que promova economia local

O cabeça-de-lista do Bloco de Esquerda à Câmara do Porto, Sérgio Aires, defendeu hoje a existência de um plano municipal de combate à pobreza que olhe para o setor social como impulsionador da economia local.

BE quer plano de combate à pobreza no Porto que promova economia local
Notícias ao Minuto

14:01 - 23/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

Depois de uma visita ao bairro de Aldoar, no Porto, o candidato apresentou como solução ao "abandono a que os bairros estão entregues", a criação de "30 equipas de intervenção multidisciplinares, para reanimarem a intervenção comunitária nestes territórios" e a implementação de "um plano municipal de combate à pobreza, que possa ser um plano de governo e que possa também mudar a forma de estar da economia da cidade".

"Esta economia da cidade também é responsável pelo que se passa nestes territórios, porque estas pessoas não cabem na economia da cidade atualmente, numa economia totalmente virada para o turismo e que não deixa espaço a outro tipo de economias locais e que tinham capacidade de integração destas pessoas", considerou.

O sociólogo denunciou que, naquele espaço, "as necessidades são muitas", descrevendo "uma população abandonada, infraestruturas abandonadas, infraestruturas por construir e também uma pouca vontade política de mudar esta situação".

"Preocupa-nos, evidentemente, porque estamos a falar de pessoas que vivem situações de pobreza extrema, de carências de todos os tipos, e preocupa-nos que não haja nenhuma estratégia na cidade para enfrentar este problema", frisou.

Para Sérgio Aires, "há muitas necessidades que podiam dar origem e início a muitas iniciativas económicas para essas pessoas na economia social", destacou, acrescentando que "infraestruturas que abram deste tipo de natureza são emprego também, são economia".

O candidato independente insistiu que "uma voz do Bloco de Esquerda na vereação faz muita falta".

"Vemos agora promessas de vários partidos, nomeadamente na área da habitação e de infraestruturas, que estiveram na governação do executivo, e que tiveram, inclusivamente, responsabilidades, como foi o caso do PS na habitação, no mandato anterior, e não fez nada do que agora quer prometer e aquilo que diz que tem de ser feito com muita urgência", explicou.

Sérgio Aires luta agora pela eleição para "poder ser a voz destas pessoas no executivo".

São candidatos à presidência da Câmara do Porto, nas eleições de domingo, o atual presidente Rui Moreira (movimento independente "Rui Moreira: Aqui há Porto" - apoiado por IL, CDS, Nós, Cidadãos!, MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

Leia Também: Beatriz Gomes Dias ouve no mercado de Benfica que esquerda mudou capital

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório