Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Vladimiro Feliz quer saber se Moreira fica como vereador caso perca

O candidato do PSD à Câmara do Porto Vladimiro Feliz disse hoje querer saber se, caso não vença as eleições autárquicas de 26 de setembro, o atual presidente e candidato independente Rui Moreira "ficará como vereador" na autarquia.

Vladimiro Feliz quer saber se Moreira fica como vereador caso perca
Notícias ao Minuto

17:58 - 18/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

"Há duas perguntas a fazer ao Dr. Rui Moreira, a primeira é se ficará como vereador quando perder as eleições e a segunda é por que é que não traz a palco o seu número dois", afirmou hoje Vladimiro Feliz, o cabeça de lista do PSD à Câmara do Porto.

No Parque do Covelo, onde os sociais-democratas estiveram esta tarde em campanha, Vladimiro Feliz disse à Lusa que, à semelhança do candidato do PS, não aceitará a atribuição de pelouros na vereação, afirmando que o PSD "vai ser poder".

"Se o caminho fosse esse não estava aqui. No passado apoiei Rui Moreira, sinto que ele divergiu totalmente daquilo que era o conceito que se tinha de cidade", acrescentou.

Já quanto à presença de ministros na sexta-feira na campanha eleitoral do PS ao Porto, nomeadamente da ministra da Saúde, Marta Temido, e do ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, Vladimiro Feliz disse ser "curioso" que "ministros que não se interessam pelo Porto" venham "cá em momento de eleições".

"Acho que ministros que são do Porto, como o ministro Matos Fernandes [ministro do Ambiente] e Santos Silva [ministro dos Negócios Estrangeiros], não vejo qualquer problema. Agora, ministros que nada tem a ver com o Porto, como Pedro Nuno Santos, devia ir ao aeroporto do Porto para resolver o problema da TAP, uma vez que não temos ligações aéreas da companhia que por ele é gerida. Devia ele, em vez de ir ao Porto, ir ao aeroporto", sublinhou.

Questionado sobre se era intenção do partido apresentar queixa na Comissão Nacional de Eleições (CNE), Vladimiro Feliz salientou que "mais do que uma posição do Porto", esta "tem de ser uma posição nacional porque é uma prática comum deste Governo". 

"Acredito que o presidente do PSD [Rui Rio] o faça de uma forma mais genérica (...) e já o tem feito publicamente. Formalmente acredito que também possa acontecer", acrescentou.

Na ação de campanha, que teve como palco principal o Parque do Covelo, na freguesia de Paranhos, o social-democrata distribuiu panfletos, apelou ao voto e, em contrapartida, ouviu alguns queixumes da população, relacionados principalmente com questões de mobilidade.

"Em julho, enviei à câmara vários pedidos para colocarem pinos na rua porque o autocarro não passa", disse um dos moradores com que Vladimiro Feliz se encontrou, referindo-se a uma das ruas envolventes ao parque.

Em matéria de mobilidade, Vladimiro Feliz afirmou que o seu objetivo é, "nos primeiros 100 dias, olhar para as florestas tropicais de pinos que nascem pela cidade" e rever a sua configuração na via pública.

"Nesses 100 dias a meta é rever toda esta lógica de obstáculos na via pública e vamos também fazer o levantamento do estado do piso das ruas (...). A ideia é perceber qual é o estado da via pública em cada uma das áreas, perceber a frequência de circulação em cada área e depois priorizar as intervenções nas vias em função de um binómio de degradação e frequência de uso", esclareceu.

Considerando que a freguesia de Paranhos é "uma das mais" fustigadas em matéria de mobilidade devido ao Polo da Asprela, o cabeça de lista do PSD disse ser sua intenção "olhar para a Asprela como um campus universitário em que os sentidos de circulação e as lógicas de movimentação sejam também discutidas com quem as usa", nomeadamente os "moradores, faculdades, hospital de São João e taxistas, para "criar os melhores fluxos de mobilidade".

São candidatos à presidência da Câmara do Porto, nas eleições de 26 de setembro, Rui Moreira (movimento independente "Rui Moreira: Aqui há Porto" - apoiado por IL, CDS, Nós, Cidadãos!, MAIS), Tiago Barbosa Ribeiro (PS), Vladimiro Feliz (PSD), Ilda Figueiredo (CDU), Sérgio Aires (BE), Bebiana Cunha (PAN), António Fonseca (Chega), Diogo Araújo Dantas (PPM), André Eira (Volt Portugal), Bruno Rebelo (Ergue-te) e Diamantino Raposinho (Livre).

Leia Também: Rui Moreira diz que "simplifica a vida" ao PS se conseguir maioria

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório