Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Óbito/Sampaio: Sócrates salienta admiração e respeito pelos direitos

O antigo primeiro-ministro José Sócrates salientou hoje a sua admiração por Jorge Sampaio, dizendo que foi sempre um profundo respeitador e um cidadão atento à reputação da institucionalidade democrática e um defensor dos direitos individuais e constitucionais.

Óbito/Sampaio: Sócrates salienta admiração e respeito pelos direitos
Notícias ao Minuto

11:30 - 10/09/21 por Lusa

Política Óbito/Sampaio

Jorge Sampaio, antigo Presidente da República (1996/2006), morreu hoje aos 81 anos, depois de ter estado internado no Hospital de Santa Cruz, em Lisboa, desde 27 de agosto, com dificuldades respiratórias.

"Recebi com choque a notícia da morte de Jorge Sampaio, como todos aqueles que foram camaradas no PS e companheiros da sua longa carreira política. Tenho uma memória de Jorge Sampaio muito delicada, porque ele era uma pessoal encantadora do ponto de vista pessoal", declarou o antigo líder do PS (2004/2011) e antigo primeiro-ministro (2005/2011).

José Sócrates referiu que teve um contacto político e institucional mais próximo no último ano em que Jorge Sampaio foi chefe de Estado e ele próprio estava no seu primeiro ano como líder de um executivo de maioria absoluta do PS.

"Tive a oportunidade de transformar aquilo que era uma relação de companheiro político numa relação institucional, da qual ficou uma grande admiração da minha parte por ele, sobretudo pelas suas características pessoais e por ser um homem de espírito. Se é possível identificar um traço político que sobressaia, destaco o seu profundo respeito às instituições democráticas", defendeu o antigo primeiro-ministro.

Segundo José Sócrates, Jorge Sampaio mostrou-se sempre "muito preocupado e atento à preservação da reputação e do prestígio da institucionalidade democrática".

"Foi sempre visto como um advogado que colocava acima de tudo os direitos individuais, os direitos constitucionais, aquilo que se chamam os direitos, liberdades e garantias. Foi fiel a isso durante toda a sua vida", observou.

José Sócrates salientou depois a sua "simpatia e amizade" por Jorge Sampaio: "Um homem muito afável, muito bom companheiro, do qual fiquei amigo e do qual me fui lentamente tornando admirador".

Leia Também: Óbito/Sampaio: Passos Coelho lamenta "grande perda" para Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório