Meteorologia

  • 04 AGOSTO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Justiça? "Com este Governo e esta ministra só pode piorar ainda mais"

Líder do PSD reagiu no Twitter à decisão de manutenção do regime especial de perdão de penas: "É contra isto que nós estamos desde o início".

Justiça? "Com este Governo e esta ministra só pode piorar ainda mais"

Rui Rio recorreu ao Twitter, esta quarta-feira, para reagir à manutenção do regime especial de perdão de penas no âmbito da pandemia da Covid-19. "É contra isto que nós estamos desde o início", começou por apontar o líder do PSD e da oposição.

"Se é verdade que a Justiça está mal há muitos anos, infelizmente, com este Governo e esta Ministra, só pode piorar ainda mais", considerou Rio, acrescentando que "pouco fazem, e esse pouco, vai normalmente na direção errada". 

De recordar que a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, disse hoje que o regime especial de perdão de penas, em vigor desde maio de 2020, poderá ser revogado em breve, já que a vacinação nos estabelecimentos prisionais está "a ser acelerada".

Contudo, e apesar de admitir que o regime poderá cessar brevemente, a governante considerou que ainda é necessário "avançar um bocadinho mais" na vacinação da população prisional para a situação ficar totalmente estabilizada.

O PSD entregou hoje um projeto-lei que pretende revogar, a partir de 1 de julho, o regime excecional de libertação de presos, associado a uma resolução para que todos os reclusos sejam vacinados até 30 de junho. 

Em declarações aos jornalistas no Parlamento, o deputado e vice-presidente André Coelho Lima afirmou que 30 de junho era o prazo apontado pela 'task-force' da vacinação para concluir o processo na população prisional. "Ou seja, quando estiver terminada a vacinação não há razão nenhuma para que não termine o regime excecional", defendeu.

Neste momento, de acordo com dados revelados por Van Dunem, estão totalmente vacinados contra o novo coronavírus 33,9% dos reclusos e 72,1% dos trabalhadores dos estabelecimentos prisionais.

Leia Também: Regime especial de perdão de penas pode ser revogado "em breve"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório