Meteorologia

  • 15 JUNHO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 34º

Edição

"Governo está a preparar bazuca para o turismo de 6,9 mil milhões"

Paulo Portas avançou que está a ser negociado um plano de apoio à recuperação do turismo, que incluiu a restauração. Segundo o comentador, este apoio - que representa "quase metade da bazuca [europeia] para Portugal" - será destinado a empresas ligadas ao turismo, restauração, agências de viagens, animação turística, rent-a-car, entre outras. 

"Governo está a preparar bazuca para o turismo de 6,9 mil milhões"

Paulo Portas adiantou, no seu espaço de comentário semanal na TVI, que o Governo está a negociar com os parceiros sociais uma nova linha de apoio para o setor do turismo que inclui também o da restauração. 

"O Governo está a preparar uma bazuca específica para o turismo, no valor de 6,9 mil milhões de euros", garantiu, ontem à noite, o antigo dirigente centrista.

O antigo ministro sublinhou que esta é uma ajuda de um valor muito significativo, visto que representa "quase metade da bazuca [europeia] para Portugal".

Saudando o eventual novo apoio do Executivo para o setor, o comentador recordou que esta ajuda é fundamental para a recuperação do país, considerando que a pandemia teve impactos económicos assimétricos e que "quem foi mais prejudicado e abatido por decisões que não são dos próprios foram estes dois [turismo e restauração], que têm na economia portuguesa uma importância enorme".

Ainda de acordo com Paulo Portas, esta ajuda irá destinar-se "a todos os CAE [Classificação das Atividades Económicas]", o que inclui empresas ligadas ao turismo, restauração, agências de viagens, animação turística, rent-a-car, entre outras. 

"Tem medidas de curto prazo e de longo prazo. As de curto prazo são, basicamente, de reestruturação de dívida, de empresas que estejam aflitas por essa dívida. O Banco Português de Fomento terá 4.575 milhões de euros e vai ter uma intervenção na questão da recapitalização deste setor. Mas se vão buscar mais dinheiro aos empréstimos PRR [Plano de Recuperação e Resiliência] que Portugal não usou ou se vai aos mercados, logo veremos", comentou. 

Se esta bazuca for para frente, Paulo Portas prevê, assim, que a recuperação do turismo "pode ser excessivamente otimista". 

Leia Também: Alívio de restrições a voos da UE e Reino Unido é "excelente"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório