Meteorologia

  • 12 JUNHO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 31º

Edição

Comentário de Galamba? "Pela boca morrem os peixes... e os governantes!"

Vital Moreira defende que o comentário partilhado pelo governante sobre o programa televisivo do canal público "não é politicamente admissível". O antigo eurodeputado do PS lembrou ainda que os socialistas condenaram, não assim há tão pouco tempo, palavras semelhantes proferidas por Ana Rita Cavaco.

Comentário de Galamba? "Pela boca morrem os peixes... e os governantes!"

O constitucionalista e o ex-eurodeputado Vital Moreira foi mais uma das vozes que se insurgiu contra o comentário feito pelo secretário de Estado João Galamba sobre o programa da RTP 'Sexta às 9'. 

"Decididamente, um governante não pode deixar falar os fígados, em vez da cabeça. Pela boca morrem os peixes... e os governantes!", afirmou o socialista num texto partilhado, este domingo, no blog 'Causa Nossa'. 

Mais, para Vital Moreira, a forma como o governante se expressou "não é politicamente admissível", "por mais controverso" ou "por mais que lhe desagrade" o programa. 

"Prouvera que fosse um 'fake', mas o episódio não foi desmentido; só o comentário foi apagado, sem pedido de desculpa", acrescentou o constitucionalista. 

Vital Moreira lembrou ainda que, recentemente, vários parlamentares do PS condenaram, "com toda a razão", palavras da bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, "que qualificou como 'esterco' a opinião crítica de um jornalista" sobre si. 

Em causa estão crítica tecidas a Ana Rita Cavaco por vários socialistas - como Ana Catarina Mendes, Tiago Barbosa Ribeiro, Edite Estrela e Jorge Botelho - depois de a responsável ter escrito, nas redes sociais, em fevereiro deste ano, que o comentador político Daniel Oliveira e "outros como ele, não passam de um esterco”. Na altura, o comentador e ex-militante do Bloco de Esquerda acusou a bastonária numa crónica de "liderar uma caça às bruxas nas redes sociais". Em resposta, Ana Rita Cavaco classificou Daniel Oliveira de "um esterco que fala de mim para ter palco".

"Não podia estar mais de acordo [com as críticas do PS]: o insulto pessoal degrada o debate político e desqualifica quem a ele recorre", atirou ainda o antigo eurodeputado. 

O comentário apagado de João Galamba

Um cometário de João Galamba partilhado no Twitter, este sábado, está a gerar controversa no espaço público e político. Na mensagem partilhada, o governante chamou "estrume" e "coisa asquerosa" ao programa em causa. 

A publicação era uma resposta a um utilizador da rede social e, momentos após a sua partilha, foi apagada. Contudo, vários utilizadores já tinham tirado um 'print' das polémicas palavras. 

De recordar que o 'Sexta às 9' desta semana foi sobre o Caso Zmar e as condições em que subsistem os imigrantes.

Entretanto, Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS, insistiu este domingo na demissão do ministro Eduardo Cabrita e estendeu o pedido a João Galamba, acusando-os de "indignidade institucional": "João Galamba, qual 'hater', tornou-se um 'cowboy' do teclado no seu Twitter. Se há uns anos avisava, por SMS, um ex-primeiro-ministro de um processo judicial, agora destila ódio constantemente nas suas redes sociais", disse, acrescentando que "um secretário de Estado que não percebe que sem jornalismo, mesmo que incómodo, não há democracia é um secretário de Estado que está a mais e tem de sair imediatamente deste Governo".

Leia Também: João Galamba chama "estrume" e "coisa asquerosa" a programa 'Sexta às 9'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório