Meteorologia

  • 13 JUNHO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 29º

Edição

BE desafia Governo a tomar hoje posição pelo levantamento de patentes

O BE desafiou o Governo a tomar ainda hoje posição a favor do levantamento de patentes das vacinas contra a covid-19, na sequência das posições assumidas por Estados Unidos da América e Comissão Europeia sobre esta matéria.

BE desafia Governo a tomar hoje posição pelo levantamento de patentes
Notícias ao Minuto

19:01 - 06/05/21 por Lusa

Política Covid-19

"Este é o tempo de levantar as patentes e exige-se que o Governo português tome essa posição, diga hoje exatamente isso: que é a favor do levantamento de patentes", afirmou o deputado do Bloco de Esquerda (BE) Moisés Ferreira, numa declaração política na Assembleia da República.

O deputado do BE realçou que Portugal preside atualmente à União Europeia e acusou o Governo chefiado por António Costa de manter "um silêncio absurdo" sobre este assunto mesmo quando "do outro lado do Atlântico há uma predisposição para levantar patentes", o que apontou como "uma decisão histórica, que só peca por tardia" dos Estados Unidos da América.

"Exige-se que os vários grupos parlamentares nesta Assembleia da República tomem exatamente a mesma posição. Menos do que isso não é aceitável", defendeu Moisés Ferreira.

No debate que se seguiu à sua intervenção, apenas o PCP, através da deputada Paula Santos, se manifestou "de acordo com a suspensão das patentes", depois de insistir que é preciso diversificar a compra e investir na capacidade de produção de vacinas contra a covid-19.

A deputada do PSD Sandra Pereira disse que o seu partido "não se arroga de ter posições nem fechadas nem mágicas sobre este assunto" e alertou para "efeitos que o levantamento dessas patentes possa provocar na pesquisa e no desenvolvimento de medicamentos".

O deputado do PS Nuno Aragão agradeceu ao BE por trazer esta questão a debate, mas não se pronunciou sobre ela, preferindo elogiar o processo de vacinação em Portugal e a "solidariedade europeia" na disponibilização de vacinas para outros países fora do espaço europeu.

Ana Rita Bessa, do CDS-PP, centrou a questão na discussão em curso na Organização Mundial do Comércio (OMC). A deputada alegou que "o que se está a discutir especificamente não é o levantamento das patentes 'tout court'", porque nesse caso "nunca mais haveria um euro investido em investigação e desenvolvimento", mas "um acordo transitório para a produção noutras fábricas de vacinas para países que tenham escassez".

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, declarou hoje que a União Europeia "está pronta para discutir" a proposta norte-americana de levantamento da proteção da propriedade intelectual das vacinas contra a covid-19, posição assumida na quarta-feira pela administração dos Estados Unidos da América.

França, Alemanha e Itália expressaram também hoje uma posição favorável a esse levantamento.

Leia Também: Pfizer e BioNTech são contrárias a levantamento de patentes de vacinas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório