Meteorologia

  • 22 JULHO 2024
Tempo
29º
MIN 18º MÁX 37º

Covid-19. PEV alerta para cansaço da população e pede "esperança"

 Os "Verdes" alertaram hoje para o cansaço da população quanto às medidas de confinamento e restrições, considerando que não é tempo de discutir estados de emergência mas sim o de fazer um "caminho de esperança".

Covid-19. PEV alerta para cansaço da população e pede "esperança"
Notícias ao Minuto

18:36 - 23/03/21 por Lusa

Política Mariana Silva

"Quando reunimos com o senhor Presidente da República fizemos questão de dizer que este não seria o tempo de estarmos a discutir mais estados de emergência mas sim o tempo de começarmos a dar esperança aos portugueses para que se possa desconfinar de forma segura", defendeu a deputada Mariana Silva, do Partido Ecologista "Os Verdes".

A deputada falava aos jornalistas na Assembleia da República depois da habitual videoconferência com o Presidente da República e da reunião com políticos e especialistas no Infarmed sobre o estado da pandemia no país.

Questionada sobre a possibilidade avançada pelo chefe de estado português de prolongamento do estado de emergência até maio, a deputada do PEV lamentou esta opção, uma vez que não acredita "que seja com repressão e o constante visionamento daquilo que as pessoas andam a fazer nas suas vidas" que se faz com que as pessoas "tomem as medidas de segurança necessárias".

"O cansaço, a fadiga pandémica, também já está esclarecido pelos técnicos, faz com que as pessoas deixem de tomar algumas medidas de segurança e aquilo que deveríamos estar a fazer era reforçar a comunicação", adiantou.

Apontando que "os números descem de forma consolidada", a deputada acrescentou que o caminho tem de ser o de "apertar" em medidas de testagem, de vacinação, de rastreio e de condições de isolamento para as famílias nas suas habitações.

Ressalvando que "os alertas vão estar sempre presentes" enquanto não for possível vacinar mais pessoas, Mariana Silva advogou que não é possível continuar a "adensar" problemas económicos e sociais, insistindo que as pessoas estão cansadas "e de alguma forma este cansaço também se vai repercutir no dia a dia".

O Presidente da República, o primeiro-ministro, o presidente do parlamento e os partidos voltaram a reunir-se esta manhã com epidemiologistas, por videoconferência, num momento em que o país regista menos casos de covid-19 e iniciou há uma semana um processo de desconfinamento.

Após esta reunião entre políticos e peritos sobre a evolução da situação epidemiológica de Portugal, na quinta-feira, a Assembleia da República vai debater e votar o projeto de decreto presidencial para a renovação do estado de emergência por novo período de 15 dias, com efeitos a partir de 01 de abril e que abrangerá o período da Páscoa.

Na segunda-feira, o Presidente da República afirmou que irá renovar mais uma vez o estado de emergência e considerou muito provável que este quadro legal se prolongue até maio, enquanto ainda houver atividades encerradas, porque legitima as restrições.

Leia Também: AO MINUTO: Vacinação de docentes começa no fim de semana

Recomendados para si

;
Campo obrigatório