Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 22º

Edição

Bloquistas acusam Governo de perda de tempo e falta de estratégia

O deputado do BE Moisés Ferreira acusou hoje o Governo socialista de perder tempo sem preparar o desconfinamento da população devido à pandemia de covid-19, designadamente uma estratégia de testagem maciça, após reunião de peritos e responsáveis políticos.

Bloquistas acusam Governo de perda de tempo e falta de estratégia
Notícias ao Minuto

16:03 - 08/03/21 por Lusa

Política Covid-19

"Parece-nos que o Governo tem desperdiçado tempo de confinamento para preparar o desconfinamento. Quando se começa a falar de desconfinamento aquilo que se vê é que, afinal, do ponto de vista da testagem, nada aconteceu", criticou.

O parlamentar bloquista lamentou haver de momento somente "uma proposta de uma 'task force' (grupo de trabalho) para fazer uma proposta para uma nova estratégia de testagem".

"Efetivamente, o Governo tem estado a perder tempo. É preciso que o Governo deixe de perder tempo e, para além do cronograma de desconfinamento -- que é necessário -, tenha também uma estratégia para, na realidade, lidar com o desconfinamento, impedindo que haja um recrudescimento da pandemia", continuou.

Moisés Ferreira defendeu que "é preciso aumentar muito a testagem para estabelecer cadeias de transmissão, identificar pessoas assintomáticas, mas que circulam na comunidade".

"Aquilo que tem acontecido é que a testagem tem descido. Nos últimos dias, tem estado abaixo dos 30 mil por dia quando já chegou a estar acima de 70 mil testes por dia", afirmou.

Antes, o tribuno bloquista congratulara-se por o "longo e largo sacrifício da população" estar a "mostrar dar resultado", após "cerca de mês e meio de confinamento total no país".

Portugal registou hoje 25 mortes relacionadas com a covid-19 e 365 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o valor mais baixo desde 07 de setembro, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em Portugal, morreram 16.565 pessoas dos 810.459 casos de infeção confirmados, desde março de 2020.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Violência doméstica: BE propõe aumentar licença de reestuturação familiar

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório