Meteorologia

  • 20 ABRIL 2021
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

PSD apresenta nomes às autárquicas: Há 23 novos, 77 são recandidatos

José Silvano, secretário-geral e coordenador autárquico nacional do PSD, apresentou um conjunto de candidatos às próximas eleições autárquicas sob o lema 'Nas mãos de todos'. Há 23 estreantes e 77 são atualmente presidentes de câmara. Há quatro ou cinco autarcas que não pretendem recandidatar-se.

PSD apresenta nomes às autárquicas: Há 23 novos, 77 são recandidatos

Sublinhando que o PSD não tem feito um trabalho "passivo" na preparação das autárquicas, José Silvano defendeu, numa conferência para apresentar 100 candidatos a este sufrágio, que o partido "não se tem remetido ao papel burocrático de receber candidaturas indicadas pelas concelhias e aprovadas pelas distritais sem ter um juízo crítico nalgumas situações sobre a valia eleitoral dos candidatos".

Ou seja, esclareceu, "assumimos as nossas responsabilidades de aceitar ou rejeitar os candidatos mesmo que venham indicados formalmente pelas estruturas".

No mesmo sentido, Silvano disse que o PSD assume a responsabilidade deste processo eleitoral, cabendo ao partido "a última palavra" na escolha dos candidatos. "Queremos ser responsáveis por ele, e se somos responsáveis por ele, temos a última palavra nesse processo", afirmou.

"Ao contrário do que se insinua", frisou o social-democrata, "num processo de escolha de cerca de 308 candidatos (...) posso afirmar que temos consenso entre todas as estruturas", num processo feito com tranquilidade, sem dar nas vistas, mas com eficácia.

"Termos quase todos os processos consensualizados. Não teremos mais de uma dezena deles onde haverá divergências de fundo entre as estruturas e a homologação em sede nacional", indicou, reforçando que o partido assumirá todas as responsabilidades na escolha dos candidatos.

Quanto aos 100 candidatos autárquicos homologados pela Comissão Política Nacional do partido, 23 são candidatos novos (que não são presidentes de câmara), 77 que são presidentes de câmara recandidatos, anunciou. E há 13 autarcas que não se podem recandidatar (porque já cumpriram os três mandatos).

Os restantes são candidatos que ainda estão em processo de decisão nas respetivas estruturas devido a algumas divergências e quatro ou cinco presidentes que, mesmo podendo recandidatar-se, não o pretendem fazer.

  • Os 23 novos candidatos são: Alcochete (Pedro Louro); Almada (Nuno Matias); Barreiro (Bruno Vitorino); Moita (Luís Nascimento); Montijo (João Afonso); Palmela (Paulo Ribeiro); Santiago do Cacém (Luís Santos); Seixal (Bruno Vasconcelos); Sesimbra (Francisco Luís); Arruda dos Vinhos (Hélder Carvalho); Azambuja (Rui Corsa); Cabeceiras de Basto (Manuel Teixeira); Guimarães (Bruno Fernandes); Castelo de Paiva (José Duarte de Sousa Rocha); Góis (Rui Sampaio); Penacova (Álvaro Coimbra); Loures (Nélson Batista); Moimenta da Beira (Jorge Costa); Oliveira de Frades (João Valério); Penedono ( Cristina Ferreira); Torres Novas (Tiago Ferreira); Alcanena (Rui Anastácio) e Manteigas (Nuno Manuel Soares). Além dos candidatos a Lisboa e a Setúbal já apresentados (Carlos Moedas e Fernando Negrão).

Quanto aos 77 recandidatos, uma lista que inclui Carlos Carreiras em Cascais, Ricardo Rio em Braga, Salvador Malheiro em Ovar, Ribau Esteves em Aveiro ou Almeida Henriques em Viseu, "são presidentes de câmara que se podem recandidatar na hora e momento que desejarem porque têm homologação garantida da direção nacional", anunciou o secretário-geral e coordenador autárquico nacional do PSD.

Silvano disse ainda que a parte formal do acordo com o CDS para estas eleições "está concluída", não havendo ainda data para a sua apresentação pública que será acordada entre os dois presidentes partidários.

Sobre Sintra, Silvano disse não saber se Pedro Santana Lopes é candidato a esta ou a outra câmara, "ou sequer se quer ser candidato".

Não foram apresentados candidatos a nenhum dos municípios dos distritos de Beja e de Évora, nem candidatos a capitais de distrito como o Porto, Coimbra, Castelo Branco, Guarda, Leiria, Portalegre, Setúbal, Viana do Castelo e Vila Real. Funchal (Madeira) e Ponta Delgada (Açores) são outras cidades para as quais não foram divulgados os candidatos do PSD.

Recorde aqui a conferência do PSD:

Leia Também: Rio espera que Carlos Moedas tenha "futuro brilhante" no PSD

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório