Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 22º

Edição

"Temos que evitar que as pressões conduzam a precipitações"

O Presidente da República esteve, esta terça e quarta-feira a ouvir os partidos com assento parlamentar. No final do encontro, José Luís Carneiro disse que "os portugueses têm vindo a fazer grandes sacrifícios e não podemos deitar por terra esse esforço que tem vindo a ser feito".

"Temos que evitar que as pressões conduzam a precipitações"

O Presidente da República esteve, esta terça e quarta-feira a ouvir os partidos com assento parlamentar, com o último a ser o PS. Pela voz de José Luís Carneiro, o partido apontou que "os portugueses têm vindo a fazer grandes sacrifícios e não podemos deitar por terra esse esforço que tem vindo a ser feito".

"Temos que evitar que as pressões conduzam a precipitações", declarou o secretário-geral adjunto, acrescentando que "o Governo está a preparar com as autoridades de Saúde o plano de desconfinamento, observando os indicadores e verificando se se consolidam".

José Luís Carneiro referiu que "importa ainda garantir que os apoios sociais e económicos continuem a chegar às pessoas, às famílias e às empresas".

Questionado sobre as críticas da oposição que diz que falta um plano de desconfinamento ao Governo, reiterou que "é importante evitarmos que as pressões conduzam a precipitações" e que "muitos dos que estão a exigir apressadamente estavam, há umas semanas, a exigir o rápido confinamento".

"É importante que se prepare o desconfinamento com toda a ponderação, com observação, análise e consolidação das conclusões por forma a que decorra de forma segura e em condições de suscitar confiança", acrescentou".

De lembrar que o Presidente da República continuou hoje a ouvir os partidos com assento parlamentar, por videoconferência, sobre a renovação do Estado de Emergência.

Na quinta-feira, o Parlamento reúne-se para debater a provável renovação do Estado de Emergência, que deverá ter efeitos entre 2 e 16 de março e será a 12.ª declaração na atual conjuntura de pandemia de Covid-19.

O atual período termina às 23h59 da próxima segunda-feira, 1 de março.

[Notícia atualizada às 18h26]

Leia Também: Covid-19. Rui Rio admite "desconfinamento por regiões"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório