Meteorologia

  • 14 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 20º

Edição

Silva Pereira recetivo a adiar a Conferência sobre o Futuro da Europa

O eurodeputado Pedro Silva Pereira considerou hoje que, perante a crise pandémica, o importante é o que "conta imediatamente para a vida das pessoas" e não a realização da Conferência sobre o Futuro da Europa.

Silva Pereira recetivo a adiar a Conferência sobre o Futuro da Europa

Numa videoconferência que debatia precisamente o futuro da Europa, Pedro Silva Pereira afirmou que, para mobilizar os cidadãos para a integração europeia, o melhor é não começar pela Conferência sobre o Futuro da Europa, pois "o importante é aquilo que conta imediatamente para a vida das pessoas numa crise tão grave como esta".

Porém, o também vice-presidente do Parlamento Europeu (PE) recordou que este projeto "não é concretamente um projeto do PE".

"É um projeto que o PE apoia, mas faz parte do programa da Comissão Europeia e que envolve depois todas as instituições europeias", sustentou.

Ainda assim, para o eurodeputado socialista seria "contraditório" suspender "uma oportunidade de diálogo e participação" com os cidadãos num momento em que há um "divórcio" entre estes e as instituições europeias.

O eurodeputado socialista respondia ao apelo da jornalista Luísa Meireles, que também participava no debate e que pediu para que não se realize agora a conferência.

"Não vai ter qualquer sentido para os cidadãos, as pessoas neste momento estão preocupadas com questões muito concretas da sua própria sobrevivência", justificou a diretora de Informação da agência Lusa.

Segundo Luísa Meireles, "para os cidadãos, neste momento, é importante que a Europa em particular lhes traga soluções para a crise".

Nesta matéria, Miguel Costa Matos, secretário-geral da Juventude Socialista (JS), criticou a falta de oportunidades para os jovens no debate sobre o futuro da Europa.

"O que falta muitas vezes para fazermos avançar a participação? Que essa participação, por um lado, seja ouvida. Temos de ver nesta Conferência sobre o Futuro da Europa qual é que vai ser o papel dos jovens", disse o líder da juventude partidária socialista.

Nesse sentido, Miguel Costa Matos considera necessário "pôr as pessoas a pensarem nas soluções concretas, exporem as dificuldades e os impasses, mas também as oportunidades".

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu em 20 de janeiro, em Bruxelas, a realização "o mais rapidamente possível" de uma Conferência sobre o Futuro da Europa "centrada nos anseios e angústias dos cidadãos" e não nas instituições da UE.

"Enquanto presidência do Conselho [da UE], tudo faremos para que conferência possa ser lançada o mais rapidamente possível para que a possamos poder concluir com um debate aberto e esclarecedor", anunciou então.

A Conferência sobre o Futuro da Europa, um fórum de discussão que está previsto durar dois anos, deveria ter começado em 09 de maio de 2020 e prolongar-se até ao verão de 2022, mas a pandemia da covid-19 obrigou ao seu adiamento.

Pedro Silva Pereira, Luísa Meireles e Miguel Costa Matos participavam numa videoconferência organizada pelo Partido Socialista (PS) e pelo PS na Europa , intitulada "O futuro da Europa", sendo que esta foi a primeira sessão do ciclo de conferências "Construir o futuro europeu inspirado nos valores de sempre".

A conferência contou ainda com a presidente do Grupo Socialista no PE, Iratxe García-Perez, o vice-presidente do Partido Socialista Europeu, Francisco André, o secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, e o presidente da delegação do PS no PE, Carlos Zorrinho.

Leia Também: UE/Presidência: Vacinação e aplicação de fundos são os grandes desafios

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório